As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Preocupados com trânsito, estudantes chegam cedo no Paraná

Redação Estadão.edu

23 Outubro 2011 | 13h55

*Por Evandro Fadel

CURITIBA – Apesar de a prefeitura de Curitiba ter prometido colocar mais ônibus nas linhas que passam próximas aos locais onde estão sendo realizadas as provas do Enem em Curitiba, muitos dos candidatos preferiram chegar mais cedo a correr qualquer risco. É o caso de Daniele Villas Boas, de 25 anos, que precisou pegar dois ônibus para se deslocar do Bairro Alto até o Prado Velho, onde fica a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), onde realiza as provas. Ela chegou antes das 10h30.

Daniele pretende cursar Enfermagem na Universidade Federal do Paraná,visto que trabalha na área como técnica. Ela deixou de estudar há cinco anos, por isso disse ter encontrado um pouco de dificuldade nas provas de sábado. Mas não conferiu o gabarito. “Fiquei com um pouco de medo, vou esperar terminar tudo”, disse. Como foi bem nas provas de matemática e redação há cinco anos, quando fez o primeiro Enem, espera repetir o feito.

As amigas Flávia Maria Gadea e Natalie Cristini, ambas de 17 anos e estudantes do Colégio Estadual Anibal Curi Neto, no bairro Uberaba, também chegaram cedo e deram a mesma explicação: o medo de perder o ônibus ou pegar muito trânsito. “Espero ir bem melhor hoje”, disse Natalie, que também pretende fazer Enfermagem. “Acho que devia acabar o vestibular e ter só o Enem, pois as matérias estão frescas na cabeça”,disse. Flávia pretende fazer Engenharia Ambiental e destacou que as disciplinas do primeiro dia foram melhores para ela. “Hoje vai ser mais complicado”, previu.

Mais conteúdo sobre:

CuritibaenemEnem 2011