As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estudantes acham injusto que estudantes prejudicados por prova amarela tenham outra chance

Carolina Stanisci

07 Novembro 2010 | 19h13

A estudante Alessandra Sayuri, de 17 anos, vai tentar Odontologia, e acha “injusto” que outros alunos façam novamente a prova. A decisão foi anunciada hoje pelo MEC. Para ela, esses alunos podem ser beneficiados pela correção, por já terem visto como será a prova.

André Souza, que quer Engenharia na UFSCar e tem 19 anos, tenta pelo 4ºano seguido fazer o Enem. “A prova só regrediu”, reclama ele, que também acha injusto aplicar de novo a prova.