As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Espero uma prova Unicamp’

Redação

11 Janeiro 2010 | 13h02

Candidatos que se preparam para o segundo dia da segunda fase da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) não esperam surpresas para a prova de hoje, com conteúdos de história e química. A universidade foi a única entre as três estaduais que não alterou o processo seletivo. As mudanças anunciadas entrarão em vigor somente em 2011.

Com provas já conhecidas, os alunos que concorrem a uma das 3.444 vagas sabem o que vão enfrentar. Erika Sayuri Nishiduka Costa, de 24 anos, faz pela primeira vez o processo seletivo desta universidade, mas conhece bem a estrutura das questões. “Em história teremos que analisar bem os textos e responder isso no item A. No item B, a questão sempre exige mais conteúdo, mas às vezes há dicas no enunciado que esclarecem por onde o candidato deve responder”, disse. Em química, ela procurará demonstrar todo o encadeamento de raciocínio para resolver a questão. “Eles pedem para demonstrar, por isso escrevo tudo. Mas tem que ser direto, não dá tempo de fazer rascunho.” As provas começam às 14h e terminam às 18h. O candidato deve chegar ao local antes desse horário. Os portões fecham às 13h45.

Erika é candidata a uma vaga em Engenharia Química e se diz tranquila. Às 12h50, ainda estava em casa, se preparando para sair. “Faço prova na Unip Paraíso, que é perto da minha casa. Ainda assim, vou sair daqui a pouco”, conta.

As questões de ontem, com conteúdos de português e biologia, foram consideradas trabalhosas pelos professores de cursinhos. Mas Erika pondera. “Foi o estilo da Unicamp. Estava dentro do previsto.”

O calor de domingo a fez sair da sala várias vezes. “Estava muito quente, eu saí para tomar um ar.” Hoje ela diz que vai levar muita água. “E também chocolate, que não pode faltar.”