As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Economia ou política: o que cai na redação do Enem?

Redação

23 Outubro 2011 | 13h40

* Por Mariana Mandelli

daiane_redacao_felipe_rau.jpg

SÃO PAULO – Duas candidatas, duas opiniões diferentes sobre o tema que pode cair na redação do Enem, aplicada neste domingo. Para Daiane dos Santos Matias, de 17 anos, a banca vai cobrar algo relacionado a economia. Já Elisângela Almeida Santos, de 20, aposta em política. Elas estão fazendo a prova no câmpus da Unisa em Santo Amaro, zona sul.

“Acho que a prova vai exigir algo relacionado a economia, falando do bom momento do Brasil em oposição à crise econômica mundial”, explicou Daiane, que está no 3.º ano do ensino médio e quer usar a nota do Enem para conseguir uma bolsa do ProUni e cursar Odontologia em faculdade pública. Ela descarta a chance de o exame propor uma redação sobre política. Para a estudante, meio ambiente também pode ser abordado. “Apesar de ser um tema batido porque a prova gosta de investir nesse assunto.”

Na opinião de Elisângela, que já terminou o ensino médio e faz o Enem pela terceira vez, a prova pode vincular o acidente nuclear em Fukushima, no Japão, a decisões políticas em relação ao uso de energia atômica no resto do mundo. No entanto, ela afasta a possibilidade da vertente ambiental ser exigida. “Ontem já caíram várias questões sobre o tema.” A candidata disse que vai fazer a redação antes das 90 questões objetivas. “É para não cansar a mente. Ainda mais este ano, que a correção será mais rigorosa.” Elisângela também quer uma bolsa do ProUni para fazer faculdade de Psicologia ou Logística.

Mais conteúdo sobre:

enemEnem 2011São Paulo