As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diretor pedagógico avalia provas do Enem

Redação

07 Novembro 2010 | 21h42

Veja a opinião do diretor pedagógico da Oficina do Estudante (curso pré-vestibular de Campinas),Célio Tasinafo, sobre as provas aplicadas hoje no Enem:

Redação
O tema não teve novidades, aliás, já foi explorado por outros vestibulares como UNESP, UNIFESP, FUVEST e inclusive pelo próprio Enem na prova de 2005. A coletânea era de fácil compreensão, com recorte temático bastante explícito.

Espanhol
Foi uma prova basicamente de interpretação de texto, sem cobrança de gramática e que beneficiava os alunos bem informados. Os enunciados são curtos.

Inglês
Foi uma prova com grandes semelhanças com a prova da Fuvest. Valoriza interpretação de texto, mas com vocabulário específico. Foram usadas várias modalidades textuais: música, cartão-postal, imagem e a fonte primordial dos textos é a Internet. Alunos bem informados acabaram beneficiados.

Língua Portuguesa
Prova mais objetiva se comparada com a de 2009 e que explorou bastante os conceitos de variações lingüísticas e também registros não-verbais. Os enunciados também estavam mais curtos e a literatura foi pouco explorada, com predominância de questões de interpretação. Não foi cobrada historiografia literária.

Matemática

A prova valorizou a grade de competências estabelecida pelo MEC. Um pouco mais fácil do que a de 2009, com enunciados mais curtos e objetivos. Predominaram questões de geometria e a valorização da capacidade de raciocínio dos estudantes.