As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Devido à distância até câmpus, aluna da USP tenta outro curso na universidade

Redação

10 Janeiro 2012 | 17h14

* Por Lorena Amazonas, especial para o Estadão.edu

SÃO PAULO – Apesar de já estudar na Universidade de São Paulo, Talita Rodrigues Santos, de 19 anos, fez hoje o último dia de provas da Fuvest 2012. Atualmente, ela cursa Sistemas de Informação na USP Leste, mas quer ingressar em Ciência da Computação por morar longe do seu local de estudos. Com casa em Jaraguá, zona oeste de São Paulo, ela demora 1h45 para chegar à faculdade. “Se não fosse pela distância, não mudaria.”

Segundo ela, física foi mais difícil que a prova do ano passado, enquanto matemática estava no mesmo nível. “Achei que fosse cair mecânica em física. E, em matemática, caiu polinômios. É um assunto até que fácil, mas não da maneira como foi abordado.”

Já João Luís Dias, de 17 anos, aluno do Anglo, prestou para Letras. Apesar de dominar as disciplinas cobradas em sua prova – história e geografia – afirmou que não dá para saber como foi no exame. “Depende de quem corrige…”

Mais conteúdo sobre:

fuvestfuvest 2012vestibular