As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cartaz de festa com mendigo e prostituta causa polêmica na São Francisco

Redação

21 Novembro 2011 | 21h38

* Por Bruno Lupion, do estadão.com.br

Um estudante de Direito sentado em uma poltrona de veludo vermelho, usando terno e gravata, com olhar arrogante, não dá a mínima para um mendigo jogado aos seus pés. Uma prostituta na sarjeta também não parece abalar o jovem de sapatos lustrosos.

Alheio ao que o circunda, o rapaz representa um formando da Faculdade de Direito do Largo São Francisco, da USP, e convida seus colegas para a festa de “bota-fora” da graduação. O morador de rua, cabisbaixo, informa o preço do ingresso para a comemoração: R$ 50.

Siga o ‘Estadão.edu’ no Twitter

O cartaz, produzido pela comissão de formatura da turma 180 da São Francisco, foi enviado aos 460 alunos do último ano e compartilhado pelas redes sociais, acirrando os ânimos entre frequentadores das Arcadas. “Em que mundo vocês vivem? Uma indiferença quase sádica, tão lamentável quanto perversa”, criticou o aluno Guilherme Rossi pelo Facebook. “Sabe o que é pior? Ouvir coisas como: ‘É um mero cartaz…’ . De muitos ‘meros’ nosso país segue com seu preconceito absurdo”, afirmou o estudante Nichollas Alem.

A festa será realizada neste sábado, 26, em uma casa noturna na Rua Augusta. Após a repercussão negativa, a comissão de formatura enviou nota aos alunos dizendo que a intenção do cartaz seria valorizar a diversidade da Augusta, frequentada por “pessoas todas as classes sociais e orientações sexuais”. Na nota, a comissão afirma que irá corrigir o cartaz e ressaltou que, em nenhum momento, quis retratar “os advogados como seres superiores aos mendigos e prostitutas”.
USP_Direito_FestaFormatura_Rep_600_1.jpg

Mais conteúdo sobre:

direitofestaFormaturausp