As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Candidatos se identificam com o tema da redação

Redação

23 Outubro 2011 | 17h26

*Por Cedê Silva, especial para o Estadão.edu

SÃO PAULO – A principal razão dos elogios dos candidatos ao tema da redação é o fato de se identificarem com ele. Juliana Moreno, de 18 anos, falou dos riscos de publicar mensagens na internet. “Quem publica na internet torna a própria vida um livro aberto.” Ela lembrou de funcionários que são demitidos por justa causa graças a mensagens em que admitem ter matado o trabalho. Juliana formou no ano passado no colégio Rui Bloem e pretende conseguir uma vaga em Recursos Humanos na Unip, já que há uma unidade perto de sua casa, no Jardim Santa Cruz.

Felipe Pasquali, de 20 anos, é aprendiz de estoque de uma drogaria  e está  no 3.º ano do colégio Rui Bloem. Ele falou dos prós e contras das redes sociais. “Já tive amigos que sofreram cyber bullying, mas eu não.” Para Felipe, há pessoas que usam a internet para prejudicar a imagem de outras. Ele gastou duas horas e meia na prova de hoje, uma hora e meia a menos do que no sábado. “Fiz a redação em dez minutos.” Felipe leu toda a prova antes e atacou a redação primeiro. Ele tem contas no MSN, Facebook, Twitter e Orkut.