As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Candidatos esperam prova cansativa

Redação Estadão.edu

17 Novembro 2013 | 14h02

Sarah Brito, especial para o Estado

Campinas – Os estudantes de Campinas que fazem hoje a prova da Unesp – uma semana após o vestibular da Unicamp – esperam uma prova intermediária, mas cansativa: a reclamação é que há pouco tempo para resolver as 90 questões.

A vestibulanda Natália Ferreira, de 26 anos, presta este ano sua segunda prova da Unesp e acredita que será mais fácil que a Fuvest – marcada para semana que vem. “Das provas, é a de nível médio, mas o problema é que tem muita concorrência”, disse. A estudante estuda há três anos em cursinho pré-vestibular para passar em Medicina.

Ano passado, a relação de candidato por vaga do curso era de 185,3 – o mais concorrido da universidade. “A nota de corte é alta e praticamente precisa acertar todas as questões”, afirmou Natália. A estudante Núbia Evangelista, de 18 anos, presta a prova da Unesp pela primeira vez e disse que também espera uma prova cansativa e com muitos textos. “O tempo é menor e a média é de só três minutos por questão. Não pode demorar”, disse.

Ela quer cursar Engenharia Civil na Unesp, no câmpus de Bauru, no interior paulista. O aluno Paulo Galo, de 17 anos, acredita que a prova por não ter redação nessa primeira fase pode ajudar, uma vez que leva tempo para desenvolver o tema proposto. “No Enem, perdi tempo para finalizar o texto. Acho que hoje será mais tranquilo”, disse.