As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Candidatos consideram prova fácil

Redação

07 Novembro 2010 | 19h09

RIBEIRÃO PRETO – Os candidatos que fizeram hoje a segunda prova do Enem consideraram o teste mais fácil que o aplicado ontem. Rafael Gaston, 17 anos, que já passou em um vestibular de Medicina, disse que conseguiu fazer a prova mais rápido que no primeiro dia. Na redação ele apontou que as relações de trabalho, às vezes, se transformam em pesadelo. “Achei o tema bem interessante, e afirmei que o trabalho, muitas vezes longe da casa do trabalhador, vira um pesadelo”, comentou.

Pedro Pereira, 17, interessado em cursar Ciências Contábeis, também gostou da prova de hoje. “Foi muito mais tranquilo, com questões mais fáceis”, afirmou. Na redação, ele apostou na tecnologia para desenvolver o tema proposto. “No futuro, o trabalho será muito mais prático, devido à evolução tecnológica.”

“Acho que ainda hoje, pela existência de trabalho escravo no passado, ainda hoje as relações de trabalho geram desigualdades e preconceitos”, comentou Rodrigo Bernardes, 17, logo depois de sair da prova. Ele, que pretende cursar Relações Internacionais, gostou da prova, porque ela apresentou questões bem gerais, com textos claros.

A ocupação do mercado de trabalho pela mulheres foi a ênfase de Odélia Almeida Lima, 17, na redação. “As mulheres ocupam hoje cada vez mais espaço no mercado de trabalho”, afirmou. Quanto à prova, suas dificuldades se concentraram em matemática.

(Guto Silveira, para o Estadão.Edu)