As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Baixada Santista: primeiros candidatos a sair relatam suas impressões da prova

Redação

14 Novembro 2010 | 17h42

Rejane Lima / SÃO VICENTE

São Vicente – Vestibulando de Ciências Biológicas, o jovem Alexandre Lima, de 19 anos, foi o primeiro a deixar um dos locais onde acontece a primeira fase do vestibular da Universidade Estadual Paulista (UNESP) neste domingo. Ele saiu da Faculdade de São Vicente UNIBR às 16h15, local que junto com o colégio Objetivo de São Vicente acontece o vestibular da UNESP para os 1.424 inscritos no exame que moram nos nove municípios da Baixada Santista.
 
“Eu respondi tudo, mas fiz esse vestibular meio de má vontade porque estou prestando em outras faculdades como a Unicamp onde prefiro estudar”, afirmou o estudante de Santos, completando que também concorre ao curso de Educação Física em outras universidades. Segundo ele, a dificuldade da prova foi “mediana”. “Foi mais fácil que o Enem do ano passado, mas o Enem desse ano eu não fiz, ainda bem que não perdi meu tempo”, explica, fazendo referência aos erros ocorridos durante o exame.
 
Aluno de uma Escola Técnica Estadual (ETEC) em Mongaguá, Henrique Amorim, de 17 anos, afirma que o vestibular da UNESP foi “um pouco difícil” e mais trabalhoso que o exame do Enem que ele prestou na última semana. Mas mesmo assim ele está esperançoso em conseguir entrar em uma universidade pública. “É melhor né? porque daí não vou ter que pagar, mas já passei na Unisanta e fiz a matrícula para garantir, se for estudar lá vou ter que tentar o PROUNI”, explica o jovem que sonha em ser Engenheiro Civil. Localizada em Santos, a Universidade Santa Cecília (UNISANTA) cobra mensalidade de R$ 960 para o curso de Engenharia, segundo o estudante.