As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Atrasados tentam entrar por portão lateral na zona leste

Redação

06 Novembro 2010 | 13h20

No câmpus da Universidade São  Judas, na Mooca, zona leste da cidade, cerca de 30 pessoas não conseguiram entrar nos locais de prova.

Muita gente corria, no último minuto, para tentar entrar, sem conseguir. O fechamento do portão principal foi às 13h mas como havia um portão lateral aberto, alguns passaram por ele, aos gritos. Três seguranças conteram a multidão e fecharam essa entrada.

Os retardatários não acreditavam que não conseguiriam fazer a prova. Gabriel Souza, de 17 anos, quer uma vaga em alguma federal de Análise de Sistema. Veio do Tatuapé, também na zona leste, mas não conseguiu chegar a tempo. “Fim de semana passado fiz o trajeto de casa para cá em 15 minutos. Hoje demorou 40”, lamentou.

Em desespero, agarrando o portão e gritando para que os fiscais e seguranças presentes lhe dessem “uma chance”,  Ana Paula Alves da Silva, de 17 anos,  saiu de São Miguel Paulista, na zona leste, às 11h30. Mas não conseguiu. “O trânsito estava absurdo, sem sinalização”, reclamou, aos prantos.30 pessoas