As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Atrasado, estudante perdeu prova porque quis dar uma volta pela Cidade Universitária

Redação

28 Novembro 2010 | 13h59

A distração tirou do estudante Thiago Viana Marques, de 17 anos, a oportunidade de disputar uma vaga no curso de Economia da USP. O vestibulando da Fuvest saiu cedo de casa neste domingo, pois tinha um percurso longo pela frente: de Carapicuíba, na Grande São Paulo, até o prédio da Faculdade de Engenharia da Poli-USP, na Cidade Universitária da USP, na zona oeste da capital.

Fuvest2011_AtrasadoThiagoVianaMarques_WertherSantanaAE_blog.jpg

Foto: Werther Santana/AE

Chegou ao câmpus às 11h, duas horas antes do início do exame, mesmo tendo pegado um congestionamento na Avenida Inocêncio Seráfico, em Carapicuíba, por causa de um acidente de ônibus. Ele também havia chegado cedo quando fez o Enem, no mesmo local de prova, há três semanas. Para não ficar nervoso de novo, Thiago resolveu dar uma volta pela Cidade Universitária.

O estudante contou que, mesmo conhecendo “relativamente bem” o câmpus, estava sem relógio e se distraiu. Quando viu a hora em um dos relógios de rua da USP, tomou um susto: eram 12h58. Thiago pediu e conseguiu carona com uma mulher que passava pelo local, mas só chegou à Poli às 13h10. Encontrou os portões fechados.

Desapontado, o aluno de escola pública disse que não vai desistir de passar na Fuvest. “Ano que vem, vou fazer cursinho e tentar de novo”, afirmou.