As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alunos deixam carro e vão a pé em Salvador

Redação

06 Novembro 2010 | 15h10

Com o trânsito intenso em Salvador, muitos inscritos no Enem precisaram descer dos carros e seguir a pé para o local de prova. Foi o caso de Carolina Corrêa Santos, de 18 anos, que disputa vaga em Direito e fez o exame no Colégio Central, no centro da cidade. “Do jeito que o trânsito está lento, só mesmo indo a pé para não correr o risco de encontrar o portão fechado. Prefiro garantir que vou entrar.”

Bruno Millen, 20 anos, que tenta pela segunda vez entrar no curso de Biologia, foi um dos últimos a chegar ao Pavilhão de Aulas I da Universidade Federal da Bahia, em Ondina. “Peguei ônibus e não imaginava que tinha tanta gente vindo para cá. Quase não chego a tempo”, disse ao entrar no câmpus, minutos antes de os portões se fecharem.

O mesmo problema prejudicou candidatos em outros colégios no bairro de Nazaré. Maria da Glória Varjão, que trabalha como fiscal no Enem, foi previdente. Chegou duas horas e meia antes. “Não gosto de me atrasar e, como aqui sempre fica congestionado, preferi me antecipar”, disse. O Enem teve 428 mil inscritos na Bahia.