As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Adventista leva pipoca e paçoca para longa espera

Redação

05 Dezembro 2009 | 12h42

Adventista, a estudante Layse Carla, de 22 anos, preparou-se para uma longa espera para prestar o Enem. Levou pipoca e paçoca e pretendia dormir durante a tarde na sala onde ficará até o início do exame, após o pôr-do-sol, no câmpus da Uniban da Vila Guilherme, zona norte de São Paulo. Layse é um dos chamados sabáticos, adventistas e judeus que têm de se resguardar no sábado por motivos religiosos e prestarão o Enem mais tarde que os demais. “Trouxe um celular com fone para ouvir, mas não sei se vão me deixar ouvir.” Layse não reclamou de ter de ficar isolada. “É justo, a gente não teria como fazer a prova depois.”