1º lugar em Computação estudou em dois colégios
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

1º lugar em Computação estudou em dois colégios

Redação

13 Janeiro 2012 | 18h57

* Por Cedê Silva, especial para o Estadão.edu

Foto: Arquivo pessoal

Aos 16 anos, Henrique Bispo, de Mauá, foi aprovado em 1º lugar em Ciências da Computação na UFPR. E ele nem estudava em casa. Não tinha tempo. De manhã, pegava o ônibus para a Etec Júlio de Mesquita, em Santo André, onde concluiu o ensino médio. À tarde, fazia o curso técnico em outro colégio, em Ribeirão Pires. Só então voltava para Mauá, de trem, onde em novembro, logo após o Enem, começou a trabalhar como monitor num cursinho de informática. “Eu estudava na sala, na hora do almoço, nos intervalos. Mas estudar em casa mesmo, só nos fins de semana”, conta Henrique, que diz ter saído pouco de casa em 2011.

Ele também fez a 2ª fase da Fuvest para o curso de Estatística, e aguarda o resultado. Vai se matricular na UFPR, mas prefere ficar em São Paulo. “Mas se eu não passar na Fuvest, vou para Curitiba, morar com meus tios”, planeja.

Além do 1º lugar em um vestibular, Henrique tem outra marca invejável: tirou nota 1.000 (a mais alta possível) na redação do Enem. “Tenho que aproveitar essa nota, porque não é todo ano que no Enem cai um tema com o qual sou familiarizado”, diz. A redação deste ano foi sobre Internet: “Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado”.

A dica de Henrique para quem vai fazer vestibular é escolher um curso que o aluno realmente queira fazer, e não pensando na note de corte mais baixa. “Não escolha o curso fácil, mas o que vai mais te empolgar para estudar”.

Mais conteúdo sobre:

Enem 2011Henrique Bisposisu