Primeiramente, o isolamento social, por conta da Covid-19, adiantou em anos uma realidade que já era prevista:
> home office,
> videoconferências,
> educação a distância
> etc

E, como consequência, surgiu a necessidade urgente de profissionais que consigam atender essa demanda tecnológica.

Além disso, os olhos do mundo inteiro estão voltados à área de saúde.

Portanto, nada mais natural do que o interesse dos alunos se dirigir a cursos de tecnologia aliados à medicina!

E esse é o caso de biomedicina, por exemplo.

Na prática

No Colégio e Cursinho Oficina do Estudante, 34% dos 324 alunos inscritos para a semana de profissões em 2020 se interessaram justamente pela live com biomédicos.

Mas, isso era impensável em anos anteriores.

“Biomedicina é bem interessante e me chamou atenção justamente porque estuda as causas das doenças e pesquisa novos medicamentos e vacinas, afirma Bruno Enrico Ghidotti Santos.

Santos está na 1º série do Ensino Médio, na Unidade Barão Geraldo.

“Eu não havia pensado em biomedicina antes. Foi justamente por conta da pandemia, por essa busca constante pela vacina, pelo estudo da doença, que despertou em mim o interesse de me informar mais sobre essa carreira”.

Pandemia

De mesmo modo, o interesse dos vestibulandos por medicina continua sendo imbatível.

Entretanto, contudo e todavia, o mais importante hoje é perceber que esse interesse ainda tende a crescer.

A análise é do professor Rafael Antunes, diretor-pedagógico da Oficina.

“A gente observa, inclusive, o movimento de algumas universidades privadas oferecendo apoio aos alunos em cursos na área da saúde”.

Isso ocorre primeiro porque os vestibulandos tendem a observar os profissionais de saúde como referência, como modelo.

E, segundo, porque agora, pós-pandemia, isso tem refletido especialmente nas ferramentas tecnológicas.

Além desse aspecto – e em terceiro lugar-, não podemos nos esquecer que os processos a distância vieram para ficar.

De mesmo modo, “basta a gente observar que as plataformas de vídeo conferencias tiveram um crescimento exponencial em termos de valor de mercado”, informa Antunes.

Entre essas carreiras, destacam-se sobretudo:
> desenvolvimento de sistemas,
> desenvolvimento de softwares
> TI

Leia mais

Atenção nas aulas online: como manter? Psicóloga ensina

Pressão do segundo semestre: como o vestibulando deve lidar?