Mudança no vestibular: como estudar agora?

Mudança no vestibular: como estudar agora?

Oficina do Estudante

18 de agosto de 2020 | 09h26

Mudança no vestibular: como estudar em tempos de Covid-19?

mudança no vestibular
Com os calendários do Enem e dos principais vestibulares prontos para 2021, o que muda para o vestibulando, que estuda, este ano, em meio e pós-pandemia?

Quais estratégias deve usar para ser mais bem sucedido?

Primeiramente, dar ênfase redobrada aos simulados, afirmam especialistas em educação.

Isso porque o formato dos principais processos seletivos foi alterado, aplicando provas da 1ª fase em dois dias, para evitar aglomeração.

Dessa forma, o modelo de dia único, na primeira fase, que era aplicado nos anos anteriores, não será utilizado, podendo impactar sobretudo quem já estava ‘acostumado’ com o formato anterior.

As questões serão reduzidas em número e o tempo máximo para resolução da prova também diminui (no caso da Unicamp, por exemplo, passam de 90 para 72 questões, que terão que ser resolvidas não em cinco, mas em quatro horas).

“Por isso, é imperativo simular como serão as provas, resolvendo as dos anos anteriores nos formatos que serão aplicados ano que vem”, afirma o professor Daniel Cecílio, coordenador do Curso Pré-Vestibular Oficina do Estudante.

Já em relação ao conteúdo, não muda praticamente nada (em termos de estudo).

Acima de tudo, o vestibulando precisa saber a matéria para ser bem sucedido.

Em outras palavras, estudar em casa não significa estudar menos, assim como trabalhar em modo home office não significa trabalhar menos.

As provas vão chegar, o conteúdo vai estar nelas, e a preparação tem que ser anterior.

Assim, mesmo que não haja aulas presenciais, isso não significa que o aluno não deva assisti-las online, ler a apostila, estudar a teoria e resolver exercícios.

O professor Antunes Rafael dos Santos, diretor do Colégio Oficina do Estudante, lembra aos terceiranistas que o sucesso no vestibular, e, sobretudo do Enem, é consequência de uma escolaridade sólida, que tem início no Ensino Fundamental.

Portanto, “é uma somatória de anos bem-feitos, de estudo de qualidade e de disciplina”.

Mudança no vestibular

Dicas extras

– não deixe o conteúdo acumular

– tenha disciplina: horário e local para estudar (não vire madrugada estudando, nem tente estudar na sala, com a tv ligada)

– siga um cronograma, separado por disciplinas

– escreva pelo menos duas redações por semana

– cuide da postura, da alimentação e faça alguma atividade física

– respeite o horário de sono

– tenha atividades de lazer

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.