Exposição “Mulheres que Inspiram” celebra o Dia Internacional da Mulher

Exposição “Mulheres que Inspiram” celebra o Dia Internacional da Mulher

Oficina do Estudante

08 de março de 2022 | 12h48

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, O Colégio Oficina do Estudante de Campinas (SP) montou a exposição “Mulheres que Inspiram”. No espaço Oficina Cultura da Unidade Brasil, estão à mostra 18 perfis de mulheres importantes para a história da humanidade.

Entre elas, a paquistanesa Malala Yousafzai, de 24 anos, que vem chamando a atenção de boa parte do mundo para os direitos das crianças, principalmente, das crianças do sexo feminino. Ela defendeu que as meninas pudessem frequentar escolas em seu país. Por isso, Malala foi perseguida e sofreu um atentado em 2012, quando voltava da escola em um ônibus.

                                          Foto: Divulgação / Oficina do Estudante

Depois de meses em tratamento, se recuperou e fundou a Malala Fund, fundação que arrecada verba para destinar à educação de meninas em todo o mundo. Em 2014, aos 17 anos, foi homenageada com o Prêmio Nobel da Paz, sendo a mais jovem mulher a receber a honraria.

A apresentação destaca também a brasileira Maria da Penha, de 77 anos, que teve a vida marcada pela violência doméstica, o que a impulsionou na luta contra o feminicídio e violência à contra a mulher. A cearense ficou paraplégica em 1983, quando o marido atentou contra sua vida. Então, ela começou uma luta pela condenação dele. O caso ganhou repercussão e uma lei com seu nome foi sancionada no Brasil em 2006, a Lei Maria da Penha, importante instrumento de combate à violência doméstica.

São exibidos ainda os perfis de: Amelia Earhart, Anne Frank, Bertha Von Suttner, Cecília Meireles, Chiquinha Gonzaga, Clarice Lispector, Claudia Andujar, Dorothy Mae Stang, Frida Kahlo, Greta Thunberg, Hilda Hilst, Madre Teresa de Calcutá, Marie Curie, Nise da Silveira, Rosalind Franklin e Simone de Beauvoir.

Dia Internacional da Mulher

O Dia Internacional da Mulher é uma data comemorativa que foi oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU) na década de 1970. Essa data simboliza a luta histórica das mulheres para terem suas condições equiparadas às dos homens. Inicialmente, essa data remetia à reivindicação por igualdade salarial, mas, atualmente, remete também ao combate contra o machismo e a violência.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.