Enem e Vestibulares: como ir bem nas disciplinas mais temidas (Física, Matemática e Química)?

Enem e Vestibulares: como ir bem nas disciplinas mais temidas (Física, Matemática e Química)?

Oficina do Estudante

28 de julho de 2022 | 11h00

Orientador educacional do Curso Pré-Vestibular da Oficina do Estudante de Campinas (SP), Alfredo Terra Neto resume em quatro dicas como ir bem em Física, Matemática e Química, as disciplinas classificadas, por muitos estudantes, como as mais temidas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e principais vestibulares do Brasil. 

Alfredo Terra Neto, orientador educacional do Curso Pré-Vestibular da Oficina

Dicas: 

  1. Carga Horária

Física, Matemática e Química exigem maior tempo de dedicação. A grande maioria dos alunos, por falta de orientação ou experiência, acaba montando a sua rotina de estudos com a mesma carga horária para todas as disciplinas. Uma regra de ouro, que deve ser adotada pelos estudantes, é destinar maiores períodos de estudo às disciplinas mais complexas. 

  1. Estudo de Teoria

Os alunos não devem negligenciar a teoria de Física, Química e Matemática. O estudo da teoria deve ser feito com muita calma e dedicação. Os conceitos devem ser entendidos e anotados em um caderninho de resumos/anotações. Várias vezes são necessários desenhos, esquemas e gráficos interpretativos, os quais devem ser colocados no referido caderninho. Cada assunto anotado neste caderno, deve ser revisado, ao menos, quatro vezes e cada revisão deve ser feita com um intervalo de, ao menos, sete dias.

  1. Prática

Depois de estudar a teoria, conforme elucidado anteriormente, os estudantes devem se esmerar fazendo inúmeros exercícios. Quanto mais exercícios, melhor. É fundamental que o aluno tente descobrir o “passo a passo” de todos os exercícios. Os exercícios errados devem ser analisados (existem muitas resoluções comentadas de questões de vestibulares clássicos) e deve ser realizada uma nova tentativa de resolução de tais exercícios. Se ainda assim não for possível avançar nos exercícios errados, daí é necessário partir para as monitorias, plantões de dúvidas ou mesmo aulas particulares.

Cabe ressaltar que, os assuntos que apresentarem maior erro, na hora da resolução de exercícios, devem ser novamente estudados para uma melhor consolidação dos conceitos.

              Alunos do Curso Oficina em aula de Física, com o professor Rodrigo Araújo 

  1. Fundamento Básicos 

Grande parte dos alunos possui dificuldade em Física, Química e Matemática por conta de possuir deficiência em Matemática Básica. Os conceitos de Matemática Básica são vistos no Ensino Fundamental, sendo a defasagem de tais conceitos o grande motivo para que os alunos não consigam avançar nas disciplinas de exatas. Assim sendo, revisar e estar ‘afiado’ nesses conceitos, pode ser um grande ‘divisor de águas’. 

Abaixo seguem os principais assuntos da Matemática Básica:

– Operações Básicas
– Potenciação e Radiciação
– Expressões Numéricas
– Múltiplos, Divisores, MDC e MMC
– Operações Básicas com Polinômios
– Frações, Decimais e Dízimas
– Notação Científica
– Expressões Algébricas e Fatoração Algébrica
– Equações do 1º Grau
– Teoria dos Conjuntos
– Conjuntos Numéricos
– Intervalos Reais
– Sistemas de Equação do 1º Grau
– Equação do 2º Grau
Outros Sistemas de Equações
– Equações Irracionais
– Regra de Três
– Razões e Proporções
– Sistemas de Medida
– Porcentagem
– Leitura e Interpretação de Gráficos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.