Alunos do 9° ano se destacam em premiação de startups

Alunos do 9° ano se destacam em premiação de startups

Oficina do Estudante

28 Junho 2018 | 14h56

Por Juliano Sanches

E-mail: imprensa@oficinadoestudante.com.br

 

O Colégio e Curso Oficina do Estudante premia os principais alunos competidores do projeto Startup, do 9° ano do ensino fundamental II. No total, participam 130 estudantes, divididos em equipes correspondentes. Entre as principais colocações, aparece o Meetsports, que se baseia no uso de um app para os que querem fazer uma atividade física e não têm uma equipe, nem um local definido. O time e a modalidade esportiva são estruturados conforme os interesses do internauta. Na sequência, a plataforma Iescola colabora com a organização dos estudos, e bloqueia o smartphone para funções, que possam distrair o usuário. Já o Animal Friends é direcionado aos que perderam os pets, e busca formar redes para resgatá-los, além de encorajar a doação. Desde o início das formações, cada integrante esboça as etapas do planejamento, seja no caso do orçamento ou do protótipo.

A partir de uma banca dirigida à categoria, aparecem em protagonismo cinco projetos, selecionados em conformidade com uma série de critérios, como a viabilidade na execução e a promoção da sustentabilidade.

Os encontros aconteceram entre maio e junho, durante o período das aulas, com exposições e produções em grupos, mediadas pela consultora do tema e professora universitária, Daniele Zandoná.

 

Conexão entre prática e teoria

A capacidade de resolver problemas a partir de referenciais acumulados ao longo da interação é um dos pontos de valorização da avaliação. Nas dinâmicas, a jovialidade chancela o vínculo entre a tecnologia e a modernidade.

O desafio se baseia na promoção da experimentação, o que garante aos agentes uma vivência em um conjunto de possibilidades de resolução de conflitos.

Com a linha de produção definida, a cultura de empreendedorismo pauta cada atividade das equipes.

A troca de experiência culmina em um ambiente propenso à inovação, com atenção à sinergia entre as disciplinas.

Em sintonia com as tendências das políticas operacionais adotadas pelo Vale do Silício, busca-se um posicionamento compatível com as necessidades do mercado.