Volta às aulas: como se adaptar à rotina escolar?

Volta às aulas: como se adaptar à rotina escolar?

Escola Morumbi

28 Julho 2016 | 15h53

 

blog estadão

Após um mês de férias, é comum que o estudante leve alguns dias para se adaptar novamente à rotina escolar.

Para que essa volta aconteça da melhor forma possível, ele deve ter disciplina ao retomar a dinâmica e o ritmo em classe, além de encarar os estudos com muita responsabilidade.

Para conseguir bons resultados ao final do ano, o estudante precisa se dedicar desde o começo do bimestre e se comprometer com as atividades em sala de aula e em casa.

Nesta hora, organização é fundamental. A agenda é uma excelente forma de registrar as atividades, como lições de casa, trabalhos, pesquisas, visitas e provas.

Os pais podem explicar ao filho como se planejar com a agenda, mas é importante que o aluno desenvolva autonomia na hora de se organizar. Assim, ele se torna mais independente e adquire maturidade com os estudos.

É importante também que o aluno mantenha o horário das aulas em um lugar fácil de consultar. Pode ser na própria agenda ou em um mural no quarto. Assim, ele não esquece os materiais que devem ser levados no dia e consegue organizar seus horários, tendo um melhor aproveitamento de seu tempo.

A organização do espaço em que se estuda também é imprescindível. O ideal é que o aluno tenha um local fixo para estudar em casa, longe de distrações como TV, celular e computador. Quanto mais tranquilo e silencioso for este local, melhor será para a concentração.

Um horário fixo de estudos também contribui com o rendimento. Esse hábito ajuda a criar uma rotina diária de estudos, impedindo o aluno de acumular tarefas escolares. Sem contar que fazê-las no dia em que foram pedidas é mais fácil, já que o conteúdo ainda está fresco na memória.

Em sala de aula, o estudante deve sempre tirar dúvidas com o professor ou até mesmo com colegas que não tiveram dúvidas.

Levar a sério lições, provas e trabalhos também é fundamental.

Não se deve estudar só na véspera da prova. É preciso dedicar-se de forma contínua nos estudos.

Assim, o aluno perceberá sua evolução e quais são as dificuldades que ainda precisam ser resolvidas.

 

Itamara Barra é coordenadora do Ensino Fundamental I no colégio Nossa Senhora do Morumbi