Nuuuuuu – Um desabafo sobre 2019
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Nuuuuuu – Um desabafo sobre 2019

Paula Braga

27 de novembro de 2019 | 14h53

Como diria minha querida amiga mineirinha Maria Cecilia Campos, nuuuuu….

Jesus, Maria, José…o que foi esse 2019???

Sei que ainda falta um mês para acabar o ano, mas parece que fui atropelada por um caminhão…alguém mais se sente assim?

Não é que o ano foi ruim…se eu for olhar objetivamente, muitas coisas boas aconteceram…
• Estou completando o primeiro ano de um mestrado acadêmico na FGV que está sendo maravilhoso…novas amizades que quero levar para vida, professores realmente brilhantes e um tema de pesquisa que estou empolgada em me aprofundar: Conversas Difíceis.
• Estou atendendo clientes e empresas maravilhosos e com resultados realmente de tirar o chapéu…fiz workshops internacionais, tive vários clientes que conseguiram novos empregos que os empolgavam, clientes que passaram em Stanford/INSEAD/Kellogg, clientes que foram promovidos/que se tornaram melhores líderes/que passaram a se comunicar melhor…
• Minha filhota está cada vez mais fofa e já não me acorda todo dia às 3 da manhã….
• Solidifiquei amizades e novos projetos que me fazem acordar todos os dias empolgada para ir ao trabalho.

Mas por que então essa sensação de que ainda falta muita coisa? De que não fiz nada a que me propus? Fazendo um mea culpa, o que não consegui fazer tão bem….
• Escrevi muito menos do que gostaria neste blog.
• Não me organizei como gostaria…continuo perdendo tempo com tarefas que poderiam ser automatizadas/mais eficientes…em geral, com tarefas que não gosto tanto (como controle de contas, cobrança de clientes, relatórios, etc)
• Apesar de recentemente ter re-introduzido atividades físicas (esporádicas) na minha agenda, preciso focar mais na minha saúde.
• Minha agenda precisa ser melhor organizada, garantindo que estou alocando tempo para as atividades mais importantes
• Pelo terceiro ano em seguida, não implementei uma rotina de meditação.

Mas por que raios eu estou compartilhando isso?, vocês podem estar se perguntando. Pois é…peço desculpas se isso for de total desinteresse seu mas, sinto que às vezes, compartilhar com os outros de maneira vulnerável (ou seja, sem grandes filtros), é um primeiro passo para fazer algo a respeito de uma situação. Então, caros leitores, nesse momento são vocês que estão servindo de meu coach.

E, como bons coaches, vocês seguiriam perguntando…. “Obrigado, Paula, por compartilhar esse balanço anual. É sempre interessante analisar o que ocorreu, não julgando se foi bom ou ruim…simplesmente percebendo o que “foi” e o “que não foi”. Agora, a grande pergunta é: “E o que você quer fazer a respeito disso? Desconsiderando qualquer julgamento que os fatos ocorridos possam suscitar em você, qual seu comprometimento para esses últimos 30 dias do ano?”
Excelente pergunta, querido coach 

Bom, vamos lá…tem muitas coisas que ainda gostaria de fazer neste ano…e, ao mesmo tempo, sei que é melhor focar para garantir que as coisas mais importantes sejam feitas. Portanto, me desafiando a ser objetiva, seguem meus Top 3 comprometimentos para o rabicho que ainda me resta de 2019:
1) Escrever pelo menos mais dois posts (e manter o ritmo quinzenal em 2020)
2) Meditar 5 minutos por dia (pode parecer pífio, e talvez seja mesmo. Mas o que quero é estabelecer um hábito, não importa quão pequeno seja. Para 2020, quem sabe seguir os sábios
conselhos de nossa ex-presidente de “quando atingirmos a meta, vamos dobrar a meta”
3) Fechar o tracking de horas de coaching da ICF, para dar entrada à minha certificação como MCC. Tenho horas suficientes para qualificar como a oitava Master Certified Coach no Brasil. Preciso correr atrás da papelada. Trata-se do tipo da coisa que é importante, mas não urgente. Coloco esta meta aqui, justamente para me forçar a fazer algo que facilmente poderia procrastinar.

Aliás, analisando bem essas 3 metas, consigo perceber esse traço em comum: nenhuma delas é urgente. Nada muito terrível acontecerá se as deixar para para 2020. E, ao mesmo tempo, são passos importantes para consolidar o tipo de pessoa e profissional que quero ser.

Portanto, lanço aqui um desafio: quais são (até) 3 metas importantes – mas não urgentes – que você ainda gostaria de cumprir neste ano?

Que estruturas são necessárias você criar para garantir que você vai cumpri-las? Bloquear horario na agenda? Pedir apoio para um amigo/coach/professor? Se inscrever numa academia (ainda dá tempo!)?

Vamos lá… ainda temos 30 dias para fazer de 2019 um ano onde não só sobrevivemos, mas sim realizamos tarefas importantes 

Tamo junto!

Tudo o que sabemos sobre:

coachingconhecimentometas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: