As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

F – Formulário

Claudia Gonçalves

26 Julho 2012 | 14h28

No processo para aplicar para um MBA no exterior, há um formulário bastante abrangente sobre dados biográficos de cada candidato a que as escolas chamam de application form.  É a porta de entrada para o comitê começar a analisar seu perfil. Ali você terá que preencher desde  dados objetivos e simples como nome; filiação; endereço, até informações que requerem maior cuidado em sua elaboração, como uma breve descrição de seu trabalho atual e de posições anteriores;    atividades extra-curriculares; muitas vezes divididas em (i) durante a faculdade; (ii) após faculdade ou até o presente; designação dos recomendadores; scores de TOEFL e GMAT e exposição internacional.

Embora não haja grandes segredos para o preenchimento do formulário, é sempre bom tomar algumas precauções ao fazê-lo. Primeiramente, procure documentos e registros que lhe permitam preencher com precisão datas e cargas horárias de suas atividades; calcule sua remuneração anual em lugar de usar a mensal e coloque a taxa de câmbio que está utilizando para a conversão de reais para dólares ou euros. Uma boa dica é utilizar uma única cotação para que as escolas vejam a evolução salarial. Como já tivemos taxas de câmbio muito diferentes e as variações ocorreram tanto para cima como para baixo, se você tentar usar, por exemplo, a taxa de câmbio de 2010 para calcular seu salário daquele ano e usar a taxa atual para calcular o seu salário em dólares este ano, verá que mesmo com um possível aumento salarial, pela diferença no câmbio seu salário atual poder parecer menor!

Na seção de atividades extra-curriculares, cabe descrever quaisquer atividades que você faça em paralelo à sua atividade principal (faculdade ou trabalho). Nesta categoria se encaixam cursos de línguas, esportes, trabalho voluntário, participação em centro acadêmico, agremiações. Normalmente estas atividades devem ter ocorrido durante a época da faculdade ou até o presente. As escolas de MBA buscam pessoas engajadas em suas comunidades e participativas e por isso usam esta seção para ver este aspecto através das atividades em que participou ou participa. Se você atualmente não participa de atividades extra-curriculares pode não ser um problema. Por exemplo, se você tem um ritmo de trabalho muito puxado ou viaja muito, fato que o impede de se engajar em atividades fora do trabalho, as escolas entendem.

A seção acadêmica busca conhecer seu perfil durante a faculdade / pós-graduação. Além de anexar uma cópia digitalizada de seu histórico escolar (original + tradução juramentada), você deverá também apresentar uma carta explicativa do sistema de notas de sua faculdade e critérios de aprovação e apresentar sua média final no curso. Nas escolas americanas, a média final chama-se GPA e costuma ser calculada numa escala de 0 a 4. No campo em que se pede seu GPA, o ideal é manter nosso sistema em lugar de converter para a escala de 0 a 4. Um outro dado que as escolas buscam nesta seção é seu ranking entre os demais alunos. Caso a sua faculdade não forneça esta informação, basta acrescentar o fato na carta que explica o sistema de notas.

A partir dos dados preenchidos no formulário a escola dará prosseguimento ou não ao seu processo. Portanto, esta parte também requer cuidado e atenção.