A Física no ENEM

A Física no ENEM

Mateus Prado

23 Outubro 2015 | 10h33

Por professor Ivys Urquiza

 

Fala, fera! Tranquilo?!

Está chegando o dia e você está aí se sentindo preparado(a), ou não?

Falo isso porque muitos tentam até o último instante revisar conteúdos importantes.

Acredito que o momento é de “tirar o pé do acelerador” e se preparar para os dois dias de prova que estão por vir.

Dormir bem, evitar novidades na alimentação ou atividades físicas de impacto. Fazer algo lúdico e conhecer com antecedência o local onde você vai fazer a prova também são medidas importantes nesta última semana antes do exame.

Contudo, se você é do tipo que tem picos de ansiedade, daqueles que precisam dar pelo menos uma “olhadinha” em algum tópico para a prova, separei uma lista com os TOP 5 para o ENEM 2015.

Antes de apresentá-la, quero propor um desafio!  A cada item que aparecer no exame 2015 e que foi listado a seguir, você vai escrever#EuJáSabia, fotografá-lo (após o termino da prova, claro!) e publicar no Instagram com a hastag. #LQVP. Da minha parte, vou conferir cada postagem com meu perfil @fisicatotal e comentar todas as fotos, fechado?

 

Então vamos aos TOP 5!

 

– FENÔMENOS ONDULATÓRIOS

Fera, já na primeira habilidade da competência 1, temos: “reconhecer características ou propriedades de fenômenos ondulatórios ou oscilatórios, relacionando-os aos seus usos em diferentes contextos.

Perceba os verbos, fera: reconhecer e relacionar. É exatamente isso que o item vai exigir; que você seja capaz de reconhecer uma reflexão, refração, polarização, difração, interferência ou ressonância. Mais ainda, que você seja capaz de estabelecer relação entre as características e os contextos específicos.

Daí compreender que o funcionamento do forno de micro-ondas, das telecomunicações e até da comunicação oral está relacionada com ressonância. Perceber que, por trás do funcionamento do radar, sonar e dos modernos videogames, a reflexão está presente. Ainda identificar no cinema 3-D o uso da polarização. Tudo isso pode ser tema de item no exame.

 

 

– CALORIMETRIA E TERMODINÂMICA

Calor e temperatura são a mesma coisa? Claro que não! Dois itens já exploraram essa diferença. Que características do meio influenciam no fluxo de calor entre dois pontos? Olha aí um tema já cobrado em três itens. E as leis da Termodinâmica? Dá uma olhada no que diz ahabilidade 21 da competência 6: “utilizar leis físicas e/ou químicas para interpretar processos naturais ou tecnológicos inseridos no contexto da termodinâmica e/ou magnetismo.

Entender a primeira lei como um balanço energético e a segunda como a constatação de uma limitação imposta pela natureza são um excelente ponto de partida para acertar itens desse tópico.

 

– HIDROSTÁTICA

Embora itens de hidrostática não estejam associados exclusivamente a uma determinada habilidade, esse tópico teve presença garantida em todas as provas aplicadas de 2009 até 2014, inclusive aparecendo em três itens em uma mesma prova por duas vezes.

Os conceitos de pressão e empuxo aparecem em maior número de itens e vale muito a pena refletir sobre onde esses conceitos estão inseridos em nosso cotidiano. Situações não faltam.

 

– ELETRODINÂMICA BÁSICA

Na competência 2 da habilidade 5, temos: “dimensionar circuitos ou dispositivos elétricos de uso cotidiano“. Precisa dizer mais alguma coisa?

Fera, essa é uma das habilidades que mais vezes foi cobrada nos exames de 2009 a 2014. Mais uma vez, atenção ao verbo:dimensionar. Perceba que provavelmente você terá de fazer uso de algumas relações (fórmulas) entre grandezas. Tenha de memória as expressões que relacionam potência elétrica, resistência elétrica, diferença de potencial, intensidade de corrente e energia elétrica.

Fique atento aos itens onde são feitas comparações entre dispositivos – muito frequentes em exames anteriores – como lâmpadas, chuveiros e ferros elétricos, entre outros. Identifique sempre, nesses casos, qual grandeza é constante antes de estabelecer a proporcionalidade entre as demais grandezas, ok?

Contas de energia e/ou limitadores de corrente elétrica podem aparecer também.

 

– GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

Em uma cidade com muita insolação e pouco vento, escassos recursos hídricos e pequena população, qual a matriz energética que você proporia para um plano de expansão da geração de energia elétrica? E se fosse uma região sempre nublada e com bastante vento? Esse tipo de situação-problema já apareceu em vários itens ENEM.

Análises e julgamentos levando em consideração os impactos ambientais e a relação custo-benefício também são temas importantes e que devem ser considerados. Todos diretamente relacionados àhabilidade 23 da competência 6: “avaliar possibilidades de geração, uso ou transformação de energia em ambientes específicos, considerando implicações éticas, ambientais, sociais e/ou econômicas“.

Já diria Chico Buarque, “puseram uma usina no mar; talvez fique ruim para pescar“.

Certamente se referindo à poluição térmica produzida pelo descarte da água utilizada no processo de resfriamento em uma usina termonuclear. Vale a pena ler um pouco sobre isso, ok?

Fera, espero com esse texto lançar luz sobre alguns temas da prova e ter ajudado você nestes últimos momentos. Torço que a prova premie seu esforço até aqui. Tranquilidade, fera; o grande momento está chegando. ESSE é SEU ano, fera!

Lembre Que Você Pode.

O professor Ivys Urquiza é GCI (Google Certified Innovator),embaixador da plataforma YouTube EDU no Brasil, idealizador e responsável pelo projeto Física Total (www.youtube.com/fisicatotal) a maior sala de Física do YouTube brasileiro. Acredita que o lúdico e o científico podem, e devem, andar juntos e em harmonia. Trabalha incansavelmente para que mais e mais alunos apaixonem-se por aprender Física.

ivys