Volta às aulas presenciais: como lidar com a expectativa

Volta às aulas presenciais: como lidar com a expectativa

Colégio Marista Glória

06 de agosto de 2021 | 09h28

Famílias devem orientar os filhos sobre os cuidados necessários e também oferecer apoio emocional

A retomada das aulas presenciais em São Paulo é um período para se preparar para voltar à escola, rever os amigos e professores. Porém, com as incertezas geradas pela pandemia, esse cenário que antes era comum, mudou. Com isso, esse retorno deverá seguir cuidados especiais no que diz respeito aos materiais, lanches, higiene e todas as questões de segurança e prevenção contra a Covid-19.

As famílias devem orientar os filhos sobre os cuidados necessários quando as aulas voltarem, sem atrapalhar a empolgação das crianças diante desse momento tão esperado. O mais importante, ressalta o diretor do Colégio Marista Glória, Marcio Willyans Ribeiro, é compreender que a adaptação ocorrerá gradualmente para os estudantes.

Neste processo, além de todo o apoio e acompanhamento dos professores, a presença e sensibilidade das famílias é fundamental para manter um ambiente amistoso de diálogo e estímulo.

“Na medida em que os estudantes percebem a sintonia entre escola e família se constrói as condições necessárias para o desenvolvimento integral das crianças, adolescentes e jovens”, lembra o diretor.

Independentemente do formato presencial ou remoto, é importante que as famílias recebam todas as informações necessárias para conhecer e entender o ensino híbrido, o que facilitará com que toda a comunidade escolar incorpore o novo modelo de ensino em seu cotidiano com todas as características e ajustes necessários.

Confira dicas de como preparar as crianças para o retorno das aulas:

  1. Cuidar do emocional

Diante de tantas mudanças, é preciso lembrar o quanto o aspecto emocional é afetado por todas essas alterações.

  1. Lide com as expectativas

Uma estratégia para trabalhar com as expectativas das crianças é dar vazão à imaginação. Do que está com saudades? O que sonha querer fazer quando estiver lá novamente?

  1. Desenvolva a paciência

A vivência da pandemia tem mostrado o quanto é importante equilibrar o ritmo acelerado e imediatista do dia a dia, especialmente com as crianças. Sendo assim, é interessante realizar atividades que evidenciem o processo.

  1. Oriente as crianças

Os pais podem repassar com as crianças as orientações de saúde, higiene e segurança. Será importante perceber que haverá restrições de atividades, de contato físico, de aglomeração, que ainda são necessárias.

  1. Converse

É importante manter o canal de diálogo aberto para saber como o filho (a) está se sentindo e o que espera do retorno às aulas. Desta forma, ficará mais fácil perceber como a criança está processando todas essas informações para apoiá-la de forma mais eficiente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.