Marista Glória ensina genética de um jeito diferente

Marista Glória ensina genética de um jeito diferente

Colégio Marista Glória

12 de abril de 2022 | 16h48

Aplicação de metodologias ativas, aula prática e a sala de aula invertida podem auxiliar a compreensão da Biologia

Uma das áreas da Biologia que mais desperta a curiosidade dos estudantes é a genética. Para compreender este vasto ramo, que possui muitas etapas, nomes e detalhes, o professor Rubens Pimenta Maciel, da 2ª série do Ensino Médio, do Colégio Marista Glória, preparou aulas especiais com metodologias e práticas para uma maior compreensão sobre o tema divisão celular, mitose a meiose.

Foi abordado, em aula teórica, as fases e detalhes sobre tais divisões, mostrando as principais diferenças e etapas de cada uma. A partir deste ponto, os alunos foram divididos em duas turmas.

Para uma delas foi aplicado o modelo de aula invertida, momento em que os alunos colocaram em prática suas aprendizagens por meio de habilidades e competências adquiridas. Após os alunos assistirem um breve vídeo sobre uma das etapas da meiose, eles descreveram cada uma com anotações e detalhes. Eles acessaram o vídeo por um QRcode e responderam a duas perguntas sobre esta etapa, para melhor compreensão.

A outra turma foi para o laboratório para conhecer a microscopia e analisar a mitose em células de raiz de cebola. “Após o acompanhamento, passo a passo da montagem das lâminas, os alunos puderam observar no microscópio as imagens das células com o núcleo corado e assim verificar em qual dos estágios da mitose se encontrava”, explica o professor Rubens.

Depois do laboratório e da aula invertida foi aplicada, para ambas as turmas, uma aula de metodologia ativa, estratégia de ensino que tem por objetivo incentivar o aprendizado de forma autônoma e participativa, por meio de problemas e situações reais. “Tais metodologias são aplicadas para colocar o aluno como um agente ativo nas aulas. O tema proposto em sala visa a ampliação do conhecimento e percepção do assunto nas mais diversas situações propostas”, explica o docente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.