Estudantes do Glória simulam em laboratório os efeitos da chuva ácida

Estudantes do Glória simulam em laboratório os efeitos da chuva ácida

Colégio Marista Glória

29 de junho de 2022 | 09h54

Turma do Colégio Marista Glória discute os efeitos do aquecimento global e as consequências da poluição na atmosfera

A chuva ácida é um dos resultados imediatos do despejo excessivo de CO2 e gases tóxicos na atmosfera. Por causa do aumento da poluição atmosférica, associada às emissões de gases poluentes por agentes naturais, intensificou-se a incidência de chuvas ácidas em todas as partes do planeta, especialmente nos países mais industrializados. A precipitação da chuva ácida causa inúmeros danos ao meio ambiente e aos seres vivos.

Os alunos do 8º ano do Ensino Fundamental – Anos Finais, do Colégio Marista Glória, em uma atividade interdisciplinar, foram ao laboratório de Ciências para conhecer de perto os efeitos nocivos da chuva ácida.

“Desenvolvemos em aula conteúdo referente à questão do aquecimento global, apontando o fenômeno da chuva ácida como uma das consequências da poluição atmosférica a partir da queima de combustíveis fósseis”, explica a docente de Ciências, Patricia C. H. Tortel. A atividade também contou com a participação da professora Lhoyane Moraes Oliveira e Oliveira.

O próximo passo para os alunos será utilizar todas as anotações e observações feitas na aula prática para que, orientados pela professora, elaborem um relatório.

Corrosão dos metais 

Já a turma do 9º ano do Ensino Fundamental verificou as reações químicas envolvendo substâncias que são capazes de provocar alterações dos materiais do grupo dos metais.

Na primeira semana, fizeram a preparação do experimento de alguns materiais de metal que foram expostos a diferentes substâncias. Passada uma semana, foram avaliar os resultados obtidos do experimento. Na experiência, os alunos puderam constatar o fenômeno da corrosão dos metais.

A aprendizagem fornece conceitos e parâmetros importantes dos processos corrosivos, propicia a interação social entre os alunos, viabilizada pelo trabalho em grupo e abre espaço para que seja discutido com os estudantes que o fenômeno da corrosão é processo natural que acontece no cotidiano.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.