Board games oferecem muito mais do que diversão

Board games oferecem muito mais do que diversão

Colégio Marista Glória

02 de outubro de 2019 | 11h20

Jogos educativos são importantes aliados na educação, além de auxiliarem no aperfeiçoamento de habilidades socioemocionais

Os board games, também conhecidos como jogos de tabuleiro modernos, podem trazer muito mais do que diversão. Por meio deles, é possível aprender de forma interdisciplinar e engajar os alunos em sala de aula com recursos lúdicos e criativos. Com os jogos, é possível trabalhar uma grande variedade de conteúdos, exercitando a criatividade e o pensamento lógico, além de desenvolver a cooperação e o respeito com o coletivo.

“O uso dos board games estimulam novas formas de pensar, fortalecendo e treinando a cognição”, explica a coordenadora do Núcleo de Atividades Complementares (NAC) do Colégio Marista Glória, Rafaela Jorge de Oliveira. Além de desenvolver o raciocínio lógico, uma habilidade que pode ser aplicada em diversas vertentes do conhecimento, os alunos se divertem em um ambiente de disputa saudável e educativo.

A combinação de diferentes ferramentas pedagógicas permite que os estudantes desenvolvam um leque maior de inteligências, competências cognitivas e socioemocionais. Trabalhando de forma mais ampla, nas diferentes disciplinas que integram o currículo, essa atividade se revela importante na resolução de problemas, estratégia, raciocínio lógico, criatividade, socialização e integração.

Fora do ambiente escolar, os pais também podem buscar conhecer jogos educativos que possam ser jogados em casa. Segundo Rafaela, tanto alunos quanto pais relatam que, a partir do uso de jogos, tiveram um melhor desempenho nas disciplinas de exatas e melhor participação nas aulas de educação física, por exemplo.

Veja alguns benefícios que os board games podem trazer:

  1. Ajudam no desenvolvimento cognitivo e social: habilidades sociais podem ser aperfeiçoadas com o uso de jogos, ajudando a integrar a criança ao coletivo. Elas também aprendem a seguir regras e compartilhar com os outros. Habilidades cognitivas, como reconhecer números e padrões e até calcular estimativas, podem ser aprendidas.
  2. Incentivam a interação social: a maioria dos jogos é projetada para ser jogada em grupo, isso ajuda a evitar a solidão e a construir relações positivas.
  3. Promovem a reunião em família: alguns jogos são desenhados especialmente para serem jogados em família. Essa é uma grande oportunidade para todos se reunirem e participarem de algo juntos, longe de TVs, celulares ou tablets.
  4. Reduzem a ansiedade: jogar ajuda a manter o equilíbrio mental e a relaxar. Isso porque os jogos promovem a imaginação, sendo possível se envolver na narrativa que está sendo criada, como construir civilizações ou ferrovias.

 

 

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: