Alunos Maristas do Glória participam de atividades voluntárias nas férias

Alunos Maristas do Glória participam de atividades voluntárias nas férias

Colégio Marista Glória

23 Janeiro 2017 | 14h47

Este ano, o período de férias escolares para alguns alunos do Colégio Marista Glória foi um pouco diferente: durante uma semana, entre os dias 15 e 21 de janeiro, eles deixaram de lado o descanso dos estudos para vivenciar a rotina de moradores de comunidades em situação de vulnerabilidade social na zona leste da cidade.

MSM_SP14

As atividades estão acontecendo em cinco diferentes cidades brasileiras: Almirante Tamandaré (PR), Londrina (PR), São José (SC), Chapecó (SC) e São Paulo (SP). Em São Paulo, cerca de 45 jovens, entre 16 e 30 anos, vindos das Unidades Sociais e Colégios de São Paulo (Colégios Marista Glória e Marista Arquidiocesano), Ribeirão Preto e Goiânia, ficaram alojados em casas de famílias do Jardim Robru, zona leste de São Paulo. Nesse período, não faltaram troca de experiências de vida entre os alunos e moradores e ações voluntárias com crianças e adolescentes, além da revitalização de uma praça pública e um fórum de discussão entre os jovens.

Uma das participantes, Luisa Schuler, 18 anos, concluiu o Ensino Médio no Glória em 2016; ela mora na zona sul de São Paulo e pelo segundo ano é voluntária na Missão Solidária Marista. “É extremamente emocionante ter contato com outras regiões da cidade e a oportunidade de conhecer pessoas de outros cantos do Brasil. Por uma semana estou convivendo com uma família que não conhecia e sendo muito bem acolhida por todos da casa. É gratificante essa experiência”, conta.

Ela conta, ainda, como tem sido as atividades. “Visitamos as casas da comunidade e conheci histórias tocantes. Fui na casa de um senhor que tem diabetes e dificuldade para caminhar, mas que com a fé que ele tem não desiste de lutar. Fizemos também a limpeza do parque e nem a chuva fez a gente desanimar”, completa.
Robru 9
As atividades fazem parte da Missão Solidária Marista (MSM), realizada todos os anos, desde 2005, com o objetivo de promover a educação para a solidariedade, a partir de uma experiência vivencial de aprendizado recíproco e dialógico. Por uma semana, jovens de Unidades Sociais e Educacionais da Rede Marista de Solidariedade, Colégios Maristas, TECPUC, PUCPR e Católica de Santa Catarina fazem uma imersão em realidade desafiadora, sobretudo de vulnerabilidade social.  A atividade proporciona a partilha de vida entre jovens e comunidade, a fim de despertar o senso crítico, a sensibilidade solidária e a espiritualidade de ambos.

O coordenador de pastoral do Colégio Marista Glória, Wagner Botelho, revela que há 10 anos participa da Missão. “É um grande orgulho fazer parte desse projeto, de redescobrir a cidade em que moramos e as pessoas que fazem parte dela, que lutam todo dia e, mesmo com as dificuldades, nos recebem com um sorriso no rosto e brilho no olhar”, diz.

Projetos como a MSM fazem parte da essência do Instituto Marista, que, em 2017, celebra 200 anos de história, promovendo Educação Integral em 82 países, dos 5 continentes.