Alunos do Glória discutem a cultura do cancelamento e a violência

Alunos do Glória discutem a cultura do cancelamento e a violência

Colégio Marista Glória

17 de março de 2021 | 11h46

Com foco na Campanha da Fraternidade deste ano, estudantes do Colégio Marista Glória avaliam as divisões que marcam o mundo durante a pandemia

A Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2021, proposta pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC), propõe tratar a fraternidade e o diálogo como um compromisso de amor, como enfatiza o tema “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor” e o lema “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade”. A campanha deste ano é voltada ao diálogo para a superação das polarizações e das violências que marcam o mundo atual.

Com essa motivação, o Colégio Marista Glória promoverá o Fórum de Juventudes no dia 19 de março, às 15h, de modo online. O evento é organizado e dinamizado por jovens alunos do 6º ano ao Ensino Médio da PJM (Pastoral Juvenil Marista), bem como ex-alunos e o Núcleo de Pastoral.

Neste ano foram convidados Murillo Romano, estudante de Psicologia e ex-aluno do Marista Glória e Mayara Amaral Pazeto, teóloga graduada pela PUC-SP. Com a mediação de Ismênio Júnior (Filósofo/PUC-Campinas e formando em Teologia pela PUC-SP) e da Pastoral do Marista Glória, serão tratados de importantes pontos de reflexão como a falta de diálogo dos tempos modernos e as consequências dessa ação em meio a sociedade e a cultura do cancelamento dos tempos de Jesus, nas Igrejas e com os cristãos.

Além da explanação destes dois convidados, o fórum propõe uma roda de conversa entre todos os participantes para o diálogo e partilha de diferentes pontos de vista. Trata-se de uma atividade realizada por todas as unidades do Grupo Marista que atuam com juventudes, sendo a Pastoral e o Pedagógico protagonistas desse processo, junto a outros grupos de jovens presentes na localidade.

“Teremos sempre como objetivo o levantamento das realidades juvenis. Este é um espaço de reflexão, discussão e troca de conhecimentos sobre o tema escolhido”, afirma o coordenador do Núcleo de Pastoral do Colégio Marista Glória, Wagner Botelho.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.