Mostra UNESCO

Mostra UNESCO

Um show de tecnologia, luzes e cores no Magno/Mágico de Oz

COLÉGIO MAGNO/MÁGICO DE OZ

11 Novembro 2015 | 16h09

Instalações para tocar, escutar, sentir, interagir, conscientizar e inspirar.  Por trás da Mostra UNESCO do Magno/Mágico de Oz, o dia a dia de alunos que investigam, fazem descobertas, buscam soluções e soltam a criatividade. Na edição 2015, o Ano Internacional da Luz deu o tom para a maioria dos projetos desenvolvidos nas mais diversas áreas do conhecimento.

????????????????????????????????????

Topografia 3D para entender o relevo

Da Educação Infantil ao Ensino Médio, os alunos promoveram um verdadeiro show de tecnologia e interatividade para encantar, ensinar, compartilhar e surpreender.

Na Sala de Projeção, os pequenos do Alfa explicavam a bioluminescência (a emissão de luz por seres vivos) como gente grande. Entre uma produção e outra, esclareciam as dúvidas dos visitantes. Eles ainda trabalharam diferentes formas, montaram o disco de Newton e destacaram as cores do arco-íris. Quanta informação!

Já no Ensino Fundamental I, o destaque ficou por conta da luz que dá vida, de experiências que colocaram em evidência a fotossíntese e da beleza da caverna envolvida pela arte rupestre. Mas foi no Laboratório de Luz que as crianças e as famílias protagonizaram uma verdadeira festa de luzes, cores e conhecimento!

????????????????????????????????????

Robótica cria usina hidrelétrica 

A Robótica esteve presente em boa parte das instalações, da usina hidrelétrica feita em Lego, passando pelo projeto que simulava a queda de um raio e pelo circuito de robôs iluminados por LED, até chegar à imensa maquete interativa London Tour. Enquanto o tradicional ônibus vermelho circulava pela cidade de papel, o público escutava curiosidades em inglês sobre cada ponto turístico. Além disso, entenderam mais sobre a energia solar que trouxe literalmente a luz ao projeto.

Mas a grande sensação foi a inovadora “topografia 3D”, na qual o visitante teve a chance de compreender o relevo visualizando vales, planaltos e montanhas. Uma perfeita interação entre robótica e geografia para aprender na prática. Impossível não querer interferir na paisagem!

Outro equipamento que fez sucesso entre os visitantes foi o gerador de Van de Graaf, uma máquina eletrostática de arrepiar os cabelos! Muitos sentiram na pele, ou melhor, na raiz dos cabelos como o processo de eletrização acontece.

A participação especial de Dan Robson, o ecoesportista que ficou famoso por sua expedição pelo rio Tietê a bordo de um bote, foi um dos pontos altos do evento. O bate-papo sobre sustentabilidade chamou a atenção da comunidade para o Projeto Observando os Rios do Ensino Fundamental II, que é fruto de uma parceria entre o Magno e a Fundação SOS Mata Atlântica, para monitorar o Riacho Congonhas.

????????????????????????????????????

Dan Robson em um bate-papo sobre sustentabilidade

Pais e alunos ainda foram convidados a pedalar para acender uma mensagem de LED, brincaram com a luz e seus efeitos, e apreciaram o calendário 2016 produzido pelo Ensino Fundamental II para celebrar os 230 anos do uso da luz na pintura. Uma forma de sensibilizar pela arte. Por falar em arte, Monet também estava entre nós em uma instalação que estimulou a reflexão.

A aprendizagem intercultural e a luz estiveram presentes em diferentes trabalhos sobre o Petar, do morcego hematófago e seus hábitos noturnos ao artesanato com a folha de bananeira da comunidade quilombola, visitada pelos alunos durante o ano.

Os direitos humanos também estavam em foco na Mostra UNESCO, com histórias reais de duas meninas: a muçulmana Malala e a judia Hana (personagens dos livros que os alunos acabaram de ler). Além de assistir ao vídeo com a mensagem de paz de Malala, os visitantes também tiveram a oportunidade de acompanhar  histórias do livro A Mala de Hana contadas pelos próprios alunos.

Logo na entrada, o jardim de Hana convidada as famílias a deixar mensagens com seus desejos para um mundo melhor em pequenas garrafas, ressaltando assim a cultura pela paz.

Nas instalações do Ensino Médio, a arte e curiosidade estavam espalhadas por todos os cantos. Em uma das salas, os visitantes tiveram a oportunidade de conferir as propriedades do plasma ao vivo e em cores. Já no Laboratório, a luminescência deu cores fosforescentes para as experiências. Outro destaque veio da holografia e de uma experiência que fez muitos pais relembrarem a transformação da mulher em macaca dos anos 1980.

????????????????????????????????????

Show de tecnologia no Ensino Fundamental II

????????????????????????????????????

Ano Internacional da Luz em foco no Ensino Médio

A história do cinema foi contada em uma sala cujo lema era Luz, câmera e imaginação! Mas também teve um teatro de luz e sombras muito bem produzido que arrancou aplausos do público. Na mesma sala, os visitantes puderam tirar uma foto com efeitos do lighting painting!

A Mostra UNESCO não foi simplesmente um momento para apresentar projetos desenvolvidos ao longo do ano, mas a celebração de uma Escola criativa e que reconhece o papel fundamental da UNESCO como um organismo globalmente voltado para o enfrentamento de questões como a sustentabilidade, a paz e a diversidade cultural.

????????????????????????????????????

Educação Infantil trabalhou luz e sombra