Alunos de diferentes idades devem conviver na escola
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Alunos de diferentes idades devem conviver na escola

Escola Vilaplay

07 Abril 2017 | 16h49

DSCF0012

 

Inúmeras são as práticas pedagógicas aplicadas na educação de crianças de zero a seis anos no Brasil, isso porque, a educação brasileira recebeu influências de muitos pesquisadores/as como por exemplo, Maria Montessori.

Sua teoria com base na prática evidencia que as relações sociais são indispensáveis para o aprendizado, principalmente entre pares de idades diferentes sendo essa mistura uma oportunidade para uma aprendizagem dinâmica e diversificada.

 

IMG_20170221_141422874_BURST000_COVER_TOP

 

As crianças em suas interações propostas pelos educadores, (trabalhos em grupos, danças, brincadeiras, atividades e jogos) ajudam-se mutuamente, equivalendo a dizer que ensinam e aprendem. De acordo com nossa observação em nossas turminhas do integral “o agrupamento em idades diferentes traz benefícios para todos os que nele se encontram. Os mais velhos se tornam professores dos mais novos. Ao auxiliar os mais novos, reforçam os conceitos adquiridos, praticam a empatia, o cooperativismo e um grande sentido social, o que os tornam mais confiantes. Os mais novos aprendem mais rápido porque têm mais oportunidades para isso, observam os mais velhos e ainda recebem o auxílio deles se necessário.
O trabalho com crianças na educação infantil não pode ser dissociado das relações que estabelece com seus pares, pois é justamente através desse mecanismo interacional que a mesma estará fazendo suas construções acerca da formação de sua identidade, de seus valores e sua conduta.