Está na hora de ir para a escola?

Está na hora de ir para a escola?

Escola da Vila

30 Agosto 2016 | 13h46

Escola da Vila

Educar é manter-se presente. Uma presença traduzida também no respeito de compreender as fases da criança e no reconhecimento de que precisa de novos desafios conforme vai adquirindo vivências e saberes que passam a não ser mais desafiadores no âmbito familiar. A casa parece ficar muito conhecida, está na hora de ter novos desafios físicos, ampliar a convivência com outras pessoas que representarão referências importantes além dos cuidadores familiares. A criança irá conviver com outras crianças de diferentes idades, iniciando de fato uma vida em sociedade. Assim, construirá progressivamente o conceito de “nosso”, aprenderá a dividir, a lidar com frustrações e continuará crescendo. Então, vamos conhecer a escola!

Escola da Vila

No sentimento dos pais, o portão da escola se abre e a visão é de um espaço diferente do que seu filho ou filha já viu e viveu até agora. Espaços comuns de convivência, de interação, aprendizagem! Um friozinho na barriga passa quase imperceptível, como em qualquer situação de novidade, ainda mais quando se trata de onde deixaremos nosso bem mais precioso. Consideramos também que estaremos todos em adaptação, em fase de nos conhecermos, de nos vincularmos e desta confiança garantir a segurança maior de que a rotina da criança será composta por momentos que marcarão sua história de forma muito positiva.

Escola da Vila

Sair do conexo familiar e enfrentar novas experiências nos dará oportunidades de aprender mais sobre a criança e sobre sermos pais, aprenderemos novas brincadeiras, músicas e ampliaremos nosso repertório de critérios para realizarmos leituras, por exemplo. Além disso, teremos um grupo de pais com o qual poderemos trocar experiências, descobrindo semelhanças no comportamento de nossos filhos, e uma equipe de educadores que poderá realizar orientações e que nos acompanhará nesse caminho.

Escola da Vila

A rotina de casa, o momento com os pais é muito importante. O cheirinho de comida caseira, ter o seu quarto e a sua cama, um brinquedo preferido, animais de estimação, assuntos de família… E compor essa rotina com ambientes que despertarão novas curiosidades, interações, ter o brinquedo de todos, materiais construídos coletivamente e que, através deles, a noção de si e do outro também vai sendo construída, além de oportunidades para   conversarem sobre contextos sociais e de investigação , como acompanhar os usos do calendário, aprender jogos coletivos e participar em diferentes situações comunicativas, orais, escritas, plásticas… Não podemos perder tais oportunidades!

Então, seguimos pensando na importância das múltiplas experiências na vida da criança, na parceria casa e escola e num tempo chamado infância, repleto de conquistas, que passa depressa, num movimento intenso e cheio de vida!