40 anos da Vila e muitas jornadas significativas para o mundo!

40 anos da Vila e muitas jornadas significativas para o mundo!

Escola da Vila

10 de setembro de 2020 | 13h10

Campanha #JornadasSignificativasVila traz depoimentos de ex-alunos e ex-alunas da Vila que destacam a importância da formação que tiveram na realização de seus sonhos.

Em mais uma iniciativa para comemorar seus 40 anos, a Escola da Vila está divulgando, em suas redes sociais, fotos e depoimentos de ex-alunos e ex-alunas, mostrando como eles estão hoje, as escolhas acadêmicas e profissionais que fizeram e qual foi a contribuição da escola em suas vidas. “A Vila tem esse papel de instigar os alunos e alunas a trilharem jornadas significativas e a construírem o seu projeto de vida, proporcionando a eles um ambiente escolar rico e diverso, que contribua para cada um se autoconhecer e viver coletivamente. São elementos necessários para a vida democrática e dialógica”, afirma Fernanda Flores, diretora-geral da Escola da Vila.

Ela diz que a construção dessas jornadas tem um duplo significado na vida dos estudantes, pois trazem tanto crescimento e satisfação pessoal, no sentido cultural e de desenvolvimento pleno, como o reconhecimento de seu papel de cidadão, de propositor de ideias e ações à sociedade. “Formamos nossos alunos e alunas para que, após a saída da escola, eles continuem buscando na sua área de interesse ou campo de atuação o que faz sentido para eles e diferença para o mundo. Sempre com autonomia intelectual e vinculados aos valores da Vila, como cooperação, diversidade e, sobretudo, a produção e  valorização do conhecimento”

De acordo com a diretora, apoiar uma forte relação com a escola com foco na construção de um projeto de vida é objetivo de uma equipe, durante as várias etapas da escolaridade e que atinge  seu ápice no Ensino Médio. A Vila entende que jornadas são construídas a partir de uma proposta pedagógica e educacional ancorada em currículo diversificado, espaço para o autoconhecimento e preparação desde muito cedo de pessoas ativas e propositivas, que têm opiniões e estão envolvidas em projetos para dialogar com a realidade, resolver problemas e trazer soluções para situações além dos muros da escola.

Fernanda aponta que só é possível desenvolver um projeto de futuro e ter uma jornada se ela fizer sentido para as pessoas envolvidas. Para isso, a escola precisa ajudar os alunos e alunas a identificarem seus interesses e potencialidades e descobrirem a importância de ter atitudes cidadãs e atuarem no mundo onde vivem. Também é papel da escola fomentar uma relação com o estudo e com o conhecimento que se sustente para além da escola, como valor em si mesmo. Ela destaca que a construção dessas jornadas inclui dar acesso não só a discussões em contextos mais complexos, conforme os estudantes vão crescendo, mas também a perspectivas diferentes sobre o mesmo cenário, desenvolvendo a sensibilidade para analisar condições diversas e desiguais, pensando problemas que precisam ser enfrentados sistemicamente.

“Acreditamos na importância dos jovens terem um projeto de vida consistente e que isso precisa ser fomentado de diferentes maneiras e com bastante intensidade ao longo de uma vida na escola e fora dela, dialogicamente.” A Vila tem o compromisso de formar pessoas que têm consciência do seu papel na sociedade, uma formação sólida e que se veem como parte comprometida na busca por um mundo mais igualitário, sustentável e de direitos para todos.

Parabéns, alunos e alunas, de agora e de sempre.

Parabéns, nossa comunidade.

Parabéns, Vila! Por mais 40 anos construindo junto muitas mais jornadas!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: