As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Rádio Estadão: ‘Escola sem Partido’ também é fruto de ideologia

No quadro De Olho na Educação, Alejandra Meraz Velasco, superintendente do TPE, fala sobre as propostas contra suposta “doutrinação política e ideológica”

Todos Pela Educação

07 Julho 2016 | 14h11

Estão em debate no País uma série de projetos de lei inspirados no “Escola Sem Partido”, que visam garantir que valores de ordem familiar e religiosa se sobreponham ao ensino dentro das escolas. Os autores das propostas alegam a prática, por parte dos professores, de uma “doutrinação política e ideológica” em sala de aula que está em desacordo com as convicções religiosas ou morais das famílias dos estudantes, e que, por isso, a opinião dos docentes deve ser cerceada e passível de punição.

No quadro De Olho na Educação, da Rádio Estadão, desta terça-feira (5), Alejandra Meraz Velasco, superintendente do movimento Todos Pela Educação, falou sobre o tema e pontuou que a própria proposta de que não exista o debate de temas como política e questões de gênero nas escolas, é fruto de uma determinada ideologia. Alejandra também afirmou que ensinar o respeito às diferenças é um papel fundamental da escola.  Clique aqui para conferir.