As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O Brasil tem mais jovens “sim-sim” do que “nem-nem”

Alejandra Meraz Velasco, do TPE, fala sobre os jovens de 15 a 17 anos que estudam e trabalham

Todos Pela Educação

22 Julho 2016 | 11h04

O Brasil tem mais jovens “sim-sim” do que “nem-nem”. Dentre os jovens de 15 a 17 anos, 13,4% – ou 1,4 milhão deles – estão fora da escola e fora do mercado de trabalho. São os chamados nem-nem, que nem estudam nem trabalham, e muitas vezes nem sequer terminaram a educação básica. Porém, há uma parcela ainda maior, de 18,4% (o equivalente a quase 2 milhões) de jovens nessa faixa etária que estudam e trabalham – são os “sim-sim”. Esse foi o tema do quadro De olho na Educação, da Rádio Estadão, desta quinta-feira, que contou com a participação da superintendente do Todos Pela Educação, Alejandra Meraz Velasco. Para ouvir, clique aqui.