As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estreamos!

Todos Pela Educação

02 Maio 2016 | 11h00

Estreamos!

É com grande alegria que estreamos esse espaço – uma parceria entre o Todos Pela Educação (TPE) e o Estadão – para fazer com que a Educação esteja sempre em pauta.

O TPE  tem como missão engajar o poder público e a sociedade brasileira no compromisso pela efetivação do direito das crianças e jovens a uma Educação Básica de qualidade. Fazemos isso por meio da divulgação de dados, informações e evidências de impacto e de boas práticas; da facilitação e construção de agendas articuladas; e da incidência na formulação de políticas públicas educacionais.

E é exatamente isso que buscaremos fazer aqui, em alguns momentos no jornal impresso e na TV Estadão, em outros, na Rádio Estadão, com entrevistas ao vivo às terças e quintas, às 14h50, e com informações e dicas diárias ao longo da programação.

Como somos um movimento da sociedade civil, não faremos isso sozinhos! Vamos convidar parceiros, especialmente os do Observatório do Plano Nacional de Educação (OPNE).

O Plano Nacional de Educação (PNE), para quem não conhece, foi estabelecido por meio de uma lei ordinária prevista no artigo 214 da Constituição Federal e sancionada em junho de 2014, com vigência até 2024, que estabelece as diretrizes e as metas (e as estratégias para atingi-las) para a área da Educação. Todos os municípios e unidades da federação, de acordo com a lei, devem ter seus planos de Educação adequados ao PNE.

O Observatório do PNE é a plataforma online – iniciativa de 21 organizações ligadas à Educação, sob a coordenação do TPE – que monitora os indicadores referentes a cada uma das vinte metas e estratégias do PNE e oferece análises sobre as políticas públicas educacionais já existentes, bem como sobre as que deverão ser implementadas ao longo dos dez anos de vigência do plano.

O PNE será, portanto, o norteador dos conteúdos de que trataremos neste espaço e também na rádio. Ele é a bússola da Educação do nosso país nesta década. Não é um plano de partidos e ultrapassa mandatos. Se as metas forem atingidas, a educação brasileira alcançará outro patamar de qualidade. É, portanto, dever de todos os governos trabalhar para o cumprimento de todas as metas. E é dever de cada um de nós acompanhar o andamento do plano e cobrar nosso município, estado ou o governo federal para que nenhum aluno deixe de ter seus direitos educacionais atendidos.

O objetivo da parceria entre o TPE e o Estadão é apoiar esse acompanhamento. Vamos trazer para você, leitor do blog e ouvinte da rádio, conteúdo atualizado e analítico sobre o tema.

O espaço é de diálogo e, especialmente, de mobilização e engajamento pela Educação.

Acompanhe a gente e participe!