As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

“É difícil imaginar uma gestão democrática quando o diretor foi nomeado por indicação política”

Ricardo Falzetta, gerente de conteúdo do Todos Pela Educação, comenta a necessidade de uma direção participativa nas escolas

Todos Pela Educação

16 Novembro 2016 | 13h27

Em 74% dos municípios brasileiros, os diretores chegam ao cargo apenas por indicação política, de acordo com a Pesquisa de Informações Básicas (Munic), do IBGE. Esse dado vai de encontro ao que foi estabelecido no Plano Nacional de Educação, em sua meta 19, que determina que a eletividade dos gestores escolares deve levar em consideração critérios de mérito e desempenho e a consulta pública à comunidade. Já falamos sobre o tema aqui no Blog neste post.

O De Olho na Educação, da Rádio Estadão, contou com a participação do Ricardo Falzetta, gerente de conteúdo do Todos Pela Educação. Ele comentou sobre a gestão participativa ainda não ser uma realidade em todas as escolas públicas do País.

Confira aqui o áudio dessa entrevista.