Mais perto da realidade profissional

Mais perto da realidade profissional

Do Colégio

11 Outubro 2016 | 15h35

Organizada todos os anos pelo Colégio Concórdia, a Feira das Profissões atraiu nesta edição cerca de 600 estudantes para os estandes e as palestras de profissionais que falaram sobre o dia a dia de suas atividades e os desafios a serem enfrentados em cada tipo de trabalho. Áreas como Medicina e Direito, tradicionais opções no país, desta vez dividiram atenção com a área de Fotografia, que desponta como um ramo capaz de atrair vestibulandos.

Muitos estudantes tiveram a oportunidade de conhecer melhor as profissões que desejam. Foto: Divulgação

Muitos estudantes tiveram a oportunidade de conhecer melhor as profissões que desejam. Foto: Divulgação

Durante todo o dia 23 de setembro, alunos do Concórdia, Horizontes e Liceu Santa Cruz — colégios do Grupo A Educacional –, e de duas escolas estaduais – Fernando Gasparian e Professora Maria José Antunes Ferraz – estiveram juntos no Concórdia, no bairro do Campo Limpo, em uma jornada capaz de facilitar a escolha do curso superior. Edson Eller, diretor do Concórdia, diz que “a Feira das Profissões permite ao estudante vivenciar um pouco da rotina de um profissional e se familiarizar com os caminhos que levam ao sucesso em uma importante decisão sobre o curso superior que deseja seguir”.

O fato de o Concórdia manter proximidade com profissionais de várias áreas e representantes de instituições como Mackenzie, Anhembi-Morumbi, ESPM e Senac ajudou na seleção dos temas e na direção a ser seguida na montagem da grade de palestras.  Além das áreas já citadas, Marketing, Publicidade, Jornalismo, Nutrição, Fisioterapia, Engenharia e Psicologia dividiram atenção com Design e Moda e Estilismo, que passa a integrar a área de Maquiagem, um novo destino de interesse profissional para muitos jovens.

As instituições que participaram da Feira das Profissões montaram stands para esclarecimento de dúvidas dos estudantes. Foto: Divulgação

As instituições que participaram da Feira das Profissões montaram stands para esclarecimento de dúvidas dos estudantes. Foto: Divulgação

“Ao trocar ideias com a coordenação das universidades e faculdades, nos mantemos informados sobre o mercado – quais atividades continuam em alta, quais estão entrando no rol de cursos procurados e até mesmo as que não estão em alta. Este ano foi possível perceber que enquanto cursos como Fotografia, Maquiagem e Criação de Games podem ter potencial de ascensão e atrair estudantes, Publicidade se mantém e Informática começa a perder algum interesse”, comenta Edson.

O diretor do Concórdia também destaca a importância da Feira das Profissões em relação ao futuro: “o aluno, além do estudo diário necessário à sua formação, precisa se preocupar com a empregabilidade. E na Feira é possível conhecer, tirar dúvidas e questionar todos os aspectos para que se tenha mais segurança ao fazer uma escolha tão importante”, diz Edson.