Onde nasce um rio? Os alunos do 6º ano sabem…

Onde nasce um rio? Os alunos do 6º ano sabem…

Cesar Pazinatto

20 Maio 2016 | 07h44

Visitar a nascente do rio Tietê é uma experiência marcante. Percorrer os poucos quilômetros que separam o centro de São Paulo e Salesópolis, município onde está localizada a nascente, de mente e olhos abertos, é importantíssimo para compreender a degradação ambiental que este curso d´água sofre desde sua região de origem até sua passagem pelo centro da cidade de São Paulo. Junto a isso, percebe-se a importância deste rio, que segue para oeste e “foge” do mar, no desenvolvimento de São Paulo e do Brasil.

Neste estudo, além da visita à nascente, os alunos do 6º ano conheceram o Cinturão Verde da cidade de São Paulo, visitaram estufas e provaram verduras; conheceram a Usina Parque, primeira hidrelétrica do Rio Tietê; a Barragem de Ponte Nova, destinada ao controle de enchentes e abastecimento de água, e quase seca nestes tempos; um Deserto Verde e por fim almoçaram em uma construção do final do século 18 que guarda aspectos originais, como algumas paredes de taipa de pilão, portas e janelas, e que serviu como ponto de repouso e posto de troca de mercadorias – inclusive escravos – para os comerciantes que faziam a rota entre o interior e o litoral. Nesta primeira etapa, percorreram desde a nascente até a cidade de São Paulo. Em breve, o desafio é seguir os passos dos Bandeirantes até a cidade de Barra Bonita.

José Roberto Gonçalves Dias – Coordenador Pedagógico EF 2