Como as crianças se divertiam antigamente?

Como as crianças se divertiam antigamente?

Cesar Pazinatto

10 Março 2016 | 10h58

Para responder essa e outras perguntas, iniciamos o projeto didático dos 1ºs anos “Brinquedos e Brincadeiras de Ontem e Hoje”, conversando sobre o tema.

“A gente vai brincar de alguma coisa?”

“Não vamos aprender nada brincando, porque  já sabemos brincar!”

“Antigamente foi muito tempo atrás.”

“Meu tio sabe fazer pipa. A minha vó que ensinou”

“Antigamente não tinha luz. Eles usavam lenha com fogo pra ter a luz.”

“Os eletrônicos não existiam.”

“Eles inventavam brincadeiras.”

Para ampliar a nossa conversa sobre o assunto, apreciamos a obra Jogos de Crianças (1560), do pintor holandês Pieter Bruegel e eles identificaram alguns brinquedos e brincadeiras, como: pega-pega, balanço, plantar bananeira, perna de pau, trenzinho, cambalhota, cavalinho etc.

brin 8

Alguns jogos/brincadeiras e brinquedos não foram tão fáceis de identificar, pois não fazem parte da nossa cultura:

“ Parece de antigamente. São pessoas no passado”.

“ Tem pessoas brincando de brincadeiras antigas.”

“ Parece a brincadeira da serpente!”

“ Por que tem brincadeira que parece com cavalo?”

“ Pode ser que estejam cantando cantigas.”

Partindo desse ponto, contamos que a pintura foi feita há centenas de anos e observamos as semelhanças e diferenças, tanto das brincadeiras como dos espaços onde as crianças brincavam, comparando com a nossa realidade atual.

Sabemos que o brincar é uma manifestação eminentemente humana que se constrói a partir do contexto sócio-cultural no qual o sujeito está inserido. Assim, os brinquedos e brincadeiras sempre existiram na história da Humanidade, porém, com construções e até conotações diversas. Por isso, são nossos objetivos:

– Conhecer vários tipos de brinquedos e brincadeiras e utilizar alguns na escola;

– Conhecer e compreender a origem dos brinquedos e brincadeiras, assim como sua localização;

– Identificar diferentes culturas, modos de vida e tempo histórico;

– Respeitar e valorizar as culturas passadas e a nossa;

– Relacionar a forma de brincar com a situação social, ambiental, cultural e tecnológica de vários períodos da história;

– Perceber as transformações e permanências ocorridas nos tipos de brinquedos e brincadeiras ao longo do tempo;

– Compreender a diferença entre brinquedos e brincadeiras populares e industrializados;

– Compreender que a industrialização dos brinquedos está ligada ao desenvolvimento da tecnologia e de fatores sociais;

Para enriquecer ainda mais a nossa pesquisa, pais e avós serão entrevistados para darem seus depoimentos sobre os brinquedos e brincadeiras da sua infância.

Além disso, propor reflexões sobre a origem e a localização de brinquedos e brincadeiras é um assunto que está presente na Antiguidade e nos dias atuais, o que favorece o estudo dos modos de vida em diferentes épocas históricas.

Dessa forma, esse projeto também oferece a oportunidade dos alunos conhecerem diferentes fontes de informação para pesquisa, desde o relato de seus avós (para épocas pouco remotas), como livros, filmes reproduções de arte, mapas, postais, fotos, entre outras.

Já estamos experimentando algumas brincadeiras e as crianças estão se divertindo e aprendendo muito!

Professoras do 1º ano