Percurso lúdico ao ar livre ganha destaque na volta às aulas do Colégio Renascença

Percurso lúdico ao ar livre ganha destaque na volta às aulas do Colégio Renascença

Colégio Renascença

05 de fevereiro de 2021 | 09h26

No Colégio Renascença, em São Paulo, as áreas verdes se tornaram importantes ferramentas de ensino – sobretudo no retorno presencial. O projeto, desenvolvido pelo escritório de arquitetura Barbieri+Gorski, criou um percurso lúdico e priorizou espaços de acolhimento para professores e alunos. Na volta às aulas, a área ganhou ainda mais destaque para promover o bem-estar e a segurança dos estudantes.

“Devido às medidas de proteção, em função da pandemia da Covid-19, os espaços ao ar livre se tornaram fundamentais e prioritários durante o retorno parcial e gradativo dos nossos alunos ao Colégio”, explica o Prof. João Carlos Martins, Diretor-Geral do Colégio Renascença.

De acordo com a arquiteta Ciça Gorski, responsável pelo projeto da área externa, o parque segue uma ideologia baseada na estimulação da curiosidade na exploração dos espaços por meio de uma abordagem lúdica e poética. O espaço, orientado pelas normas de segurança da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e com supervisão de um engenheiro de segurança, privilegia a transparência e visibilidade para que a monitoria possa ocorrer mais facilmente.

“As inspirações vêm da dinâmica das próprias crianças que, pela nossa experiência, estão em constante movimento e se divertem quando os percursos lúdicos sugeridos podem ser usufruídos tanto individualmente quanto em grupo. O resultado é um espaço extenso, generoso e plano, em que são inseridos elementos topográficos, que motivam os alunos, com suas experimentações, a desdobrar e a expandir o território do pátio”, reflete a arquiteta Ciça Gorski.

Teto Verde

O Colégio Renascença conta também com outro importante local ao ar livre, explorado por alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio: o teto verde produtivo, um setor localizado no 3° andar da instituição.

O espaço que ganhou vida há 3 anos segue os princípios da permacultura. Desde o Jardim dos Sentidos, que conta com diversos temperos com cheiros e texturas diferentes; plantas medicinais; Plantas Alimentícias Não-Convencionais (PANCS) – que também evitam pragas e ajudam no controle de todo ecossistema.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.