A aprendizagem coletiva e o desenvolvimento da autonomia

A aprendizagem coletiva e o desenvolvimento da autonomia

Colégio Pentágono

08 Março 2017 | 10h30

shutterstock_407717302

Perante os diversos desafios atuais presentes no cenário da educação brasileira, a formação contínua é vista como uma ferramenta-chave para a otimização de práticas de sucesso, garantindo melhor aproveitamento dos processos de aprendizagem.

António Nóvoa ressalta a importância desta formação contínua e, também, mútua, que deve ser encorajada dentro dos muros da escola. A partir da partilha de conhecimentos e de experiências entre educadores, é possível que, de maneira conjunta, os professores se formem e sejam formados pelo outro, destacando o papel essencial da interação em uma formação contínua efetiva.

A interação com o outro é tão importante no processo de formação que psicólogos como Wallon e Vygotsky realçaram a sua relevância no desenvolvimento do indivíduo e, também, no processo de construção e transformação do conhecimento, considerando o conhecimento como algo dinâmico e não estático, interacional e não individual, sendo adquirido pelo sujeito no decorrer de sua vida. Por esta perspectiva, pode-se concluir que existem objetivos que só podemos alcançar com o auxílio e a parceria do próximo.

No ambiente escolar, cada educador tem sua especificidade, suas características próprias, diferentes de outros. Mas, a partir das diferenças e apesar delas, a união de educadores como um grupo, em busca de uma melhor aprendizagem dos alunos, é essencial. A partir desta união, cria-se um ambiente formativo exemplar aos educandos, estimulando-os à aprendizagem coletiva.

O crescimento do educador é realizado através da aprendizagem coletiva e observa-se que, a partir dela, a autonomia do educador é desenvolvida também, já que o professor, a partir das experiências compartilhadas, torna-se mais sólido em suas práticas, podendo recriar o conhecimento partilhado com seus colegas de profissão de acordo com a sua necessidade.

A preocupação com a aprendizagem coletiva é uma peça fundamental para a formação de educadores cada vez mais atentos e aptos às necessidades educacionais atuais. Pensando nisso, os educadores do Pentágono contam com a parceria entre professores e, também, reuniões e formações em suas áreas, o que promove momentos adequados para a construção coletiva de práticas efetivas, em prol das aprendizagens de nossos alunos. Além disso, são promovidos momentos de reflexão acerca da prática e de trocas de experiências, auxiliando o crescimento de cada professor como educador.

Mariana Pirondi
Professora do Ensino Fundamental I
Colégio Pentágono