45 anos de histórias para contar

45 anos de histórias para contar

Colégio Pentágono

30 Março 2016 | 10h45

Para qualquer organização, comemorar 45 anos já é uma vitória. Não é fácil sobreviver tanto tempo, ainda mais para uma instituição privada e em um ambiente instável como o Brasil, que, principalmente nessa época, passou por tantas crises econômicas e políticas.

As conquistas obtidas nesse período nos deixam ainda mais contentes. E as mais importantes foram as alcançadas pelos nossos alunos! Para exemplificar, vou citar apenas as mais recentes: obtiveram a maior média do estado de São Paulo em redação (ENEM 2014); ganharam a olimpíada brasileira de neurociência (2015) e têm obtido altos índices de aprovação nos vestibulares (neste ano, mais de 80% dos nossos alunos foram aprovados nos vestibulares que desejavam, sendo 40% em universidades públicas e em oito universidades estrangeiras). Como consequência, temos hoje mais de três mil alunos, espalhados em três unidades, com um alto índice de satisfação e permanência.

Os resultados nos motivam a continuar com o nosso trabalho, pois nos asseguram de que estamos no caminho certo. Mas, para nós, o mais importante é o processo e o progresso. Estamos mais preocupados com os próximos 45 anos do que com os resultados do passado.

O primeiro logo “Pentágono, Escola Atualizada” surgiu com a proposta de uma instituição moderna, que se adapta às necessidades do momento e prepara os alunos para o futuro. Os computadores e as aulas de Informática, assim como o período integral, ainda na década de 70, a criação de uma escola de esportes e a utilização da  Matemática como ferramenta para ensinar a pensar, dividida em frentes (cálculo mental, técnica operatória e problematização), implementada no início da década de 80, são exemplos de inovações ousadas que deram certo e nos ajudaram a construir o nosso caminho. Assim, a nossa visão do futuro também contará com o compromisso de sempre se manter atualizada e inovadora!

Os nossos valores, resumidos em cinco conceitos há menos de uma década, já estavam presentes em nossas atitudes desde o princípio. Em um momento em que o ensino básico era mais rígido e fechado aos modelos impostos pela educação tradicional, queríamos que os alunos fossem felizes na escola, facilitando a aprendizagem. Até hoje buscamos incessantemente modelos que tornem o dia na escola (que é cada vez mais longo) mais gostoso, mas sem abrir mão da exigência, da autonomia e do pensamento crítico. Uma grande expectativa são as ferramentas de Tecnologia Educacional, já largamente utilizadas.

A formação do indivíduo, baseada no trabalho das habilidades não cognitivas (ou socioemocionais), também teve início ainda na década de 80, com a introdução da filosofia para a criança. Desde então, um de nossos principais objetivos é a formação de caráter e personalidade dos alunos, fortalecendo-os para que saibam lidar com as emoções e os desafios impostos pela vida adulta.

Há quase 10 anos, criamos um Departamento Internacional, responsável por auxiliar os alunos a se tornarem cidadãos do mundo globalizado. Hoje, contamos com cursos de imersão em idiomas estrangeiros com diplomas e certificações externas, viagens de vivência internacional e orientação dedicada para a aplicação em universidades no exterior.

Datas comemorativas servem, também, para refletir e agradecer. Em nome da instituição, agradeço às famílias, sempre muito parceiras, que confiaram em nossa ousadia, acreditaram nos nossos valores e nos ajudaram a chegar até aqui.

Agradeço aos alunos pela dedicação e por toda a alegria compartilhada, que será sempre a nossa inspiração.

Agradeço também, a todos os profissionais, que estão conosco ou que passaram por aqui, por praticarem os nossos valores em suas atitudes, com tanto empenho e competência.

Aproveito, ainda, para agradecer, em nome de todos os membros da família Pentágono, à aniversariante do dia e fundadora do colégio, Nancy Izzo. Obrigado por nos deixar sonhar o seu sonho.

Por
Bruno Belliboni
Diretor Administrativo do Colégio Pentágono