Jornada de Trajetórias Profissionais discute carreiras e mundo do trabalho

Jornada de Trajetórias Profissionais discute carreiras e mundo do trabalho

Colégio Oswald de Andrade

14 Maio 2015 | 13h33

No dia 13 de maio aconteceu no Oswald a Jornada de Trajetórias Profissionais, atividade voltada para alunos do 9º ano e do Ensino Médio. O evento proporcionou para os estudantes o contato com profissionais de diferentes áreas que falaram sobre os processos de escolha de carreira e o percurso no mercado de trabalho e responderam dúvidas acerca dos campos de atuação. Além disso, foram realizadas oficinas práticas, nas quais os alunos puderam conhecer mais de perto os desafios de algumas carreiras.

7R0A3734

“A Jornada é um momento bastante importante do projeto que desenvolvemos no Oswald”, diz Cecília Vardi, coordenadora do 3º ano do Ensino Médio e responsável pelo área de orientação profissional. “A chance de conversar e debater com pessoas com diferentes percursos e que atuam em frentes tão diferentes do mercado de trabalho são enriquecedoras para os alunos”, afirma.

De maneira geral, para as turmas de 9º ano e 1º ano, atividades como essa têm um caráter de exploração e aproximação com as questões da escolha profissional e do mundo do trabalho. Já para os alunos de 2º ano e 3º ano, a jornada acaba sendo um momento importante de tirar dúvidas mais específicas sobre as áreas que eles já têm em vista, além de servir como a etapa a mais no processo de busca de informações sobre esses temas.

7R0A3888

Além da Jornada de Trajetórias Profissionais, os alunos realizam uma série de atividades de Orientação Profissional ao longo de seu percurso na escola. “Realizamos debates, palestras, visitas a locais de trabalho e universidades, fazemos simulados do ENEM e dos principais vestibulares e temos o curso de Orientação Profissional na grade curricular do 3º ano”, conta Cecília.

Com essa série de ações, procura-se criar condições para que os alunos façam uma escolha esclarecida pelo curso superior, além de proporcionar reflexões sobre todas as opções realizadas ao longo do percurso escolar. “A partir disso, eles podem se projetar como adultos no mundo acadêmico e no mundo do trabalho”, conclui a coordenadora.