Ofélia apresenta os itinerários formativos do novo Ensino Médio

Ofélia apresenta os itinerários formativos do novo Ensino Médio

Em 2021, além das disciplinas do currículo base, os estudantes do Ensino Médio do Ofélia terão três itinerários formativos.   

Ofélia Fonseca

01 de dezembro de 2020 | 09h34

Para atender o cronograma do novo Ensino Médio, além das disciplinas do currículo base, os estudantes do Ensino Médio contarão com três itinerários formativos, a partir de 2021. São eles: Ciências Humanas; Linguagens; e Ciências da Natureza e Matemática. As disciplinas tem como proposta estimular ainda mais o engajamento e o protagonismo dos estudantes do Ofélia, que há alguns anos já contam com as atividades das disciplinas eletivas.

Outra área que seguirá sendo contemplada é a do empreendedorismo e projeto de vida, com as mesas redondas sobre profissões, que levam profissionais das mais variadas áreas ao encontro das turmas, além do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), do 3º ano.

“Todos os conteúdos gerados em cada uma dessas áreas serão compartilhados entre si para que haja uma interação entre todos os estudantes. Além disso, também serão desenvolvidos alguns produtos a partir dos estudos gerados, como podcasts, por exemplo”, explica o coordenador pedagógico Luis Fernando Massagardi.

   

O novo Ensino Médio no Ofélia

Com suas diretrizes curriculares nacionais atualizadas pelo Conselho Nacional de Educação, o novo Ensino Médio pretende assegurar o desenvolvimento de conhecimentos, habilidades, atitudes e valores capazes de formar as novas gerações para lidar com desafios pessoais, profissionais, sociais, culturais e ambientais do presente e do futuro.

Desta forma, os itinerários formativos visam integrar e criar oportunidades para que os estudantes vivenciem experiências educativas associadas à realidade contemporânea, que promovam a sua formação autoral.  

Para isso, os estudantes serão envolvidos em situações de aprendizagem que os permitam produzir conhecimentos, criar, intervir na realidade e empreender projetos, de acordo com seus interesses, de modo que possam se aprofundar e ampliar as aprendizagens em uma ou mais áreas do conhecimento.

Vale destacar que durante os três anos do Ensino Médio, os estudantes deverão realizar um itinerário formativo por completo, passando por todos os eixos de estudo.

“O grande destaque do novo Ensino Médio está em promover a integração dos conteúdos em variadas áreas do conhecimento, que é o que já fazemos no Ofélia há alguns anos”, contextualiza o coordenador. 

“As atividades serão desenvolvidas de modo que as áreas vão dialogar entre si pelo itinerário e pelo projeto anual do Ofélia, que é onde haverá o alinhamento de tudo isso”, conclui Luis Fernando.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.