Estudantes comemoram Carnaval no Ofélia com música e adereços

Estudantes comemoram Carnaval no Ofélia com música e adereços

Comemoração do Carnaval no Ofélia reuniu estudantes e professores em uma festa no colégio.

Ofélia Fonseca

14 de março de 2019 | 13h00

Educação Infantil trabalhou temas relacionados ao Carnaval com música e também produziram adornos (Foto: Divulgação/Ofélia)

Nas últimas semanas, nossos estudantes desenvolveram uma série de atividades preparativas para as comemorações do Carnaval no Ofélia, realizado na terça-feira, dia 12 de março.

Considerado o maior evento popular do Brasil, o Carnaval é uma festa carregada de história e identidade. Por isso, a professora Mirella Canto, da Educação Infantil, aproveitou a ocasião para promover novos conhecimentos e incentivar a apropriação cultural com as crianças.

“Trabalhamos de forma interdisciplinar promovendo diferentes momentos: levantamos o conhecimento prévio, pesquisando em diferentes fontes, confeccionando adereços explorando a capacidade artística, elaborando textos coletivos sobre as reflexões e descobertas ao longo do processo”, conta a educadora.

Segundo Mirella, a culminância do projeto aconteceu durante uma festa, que deu significado a todo o processo vivenciado. “A participação da escola neste processo valida a importância desta manifestação para a identidade cultural brasileira”, completa Mirella.

Carnaval das marchinhas

Estudantes comemoraram o Carnaval em evento na quadra do colégio (Foto: Divulgação/Ofélia)

Segundo a professora de Música do Ofélia, Maucha Rocha Barros, responsável pela educação musical dos estudantes da Educação Infantil ao 1º ano do Ensino Fundamental, o Carnaval é uma festa que envolve muito os alunos de todas as idades, integrando as diversas linguagens, e proporciona um trabalho musical bastante rico. “No Ofélia, optamos por trabalhar com as marchinhas tradicionais, tão significativas na cultura brasileira! Com os grupos dos menores (G1, G2 e G3) trabalhamos com a marchinha ‘Arca de Noé’, que envolveu muito todas as crianças, que dançaram, brincaram de imitar os bichos e tocaram os instrumentos acompanhando a música. Já as crianças maiores (G4 e 1º ano) trabalharam a marchinha ‘Mamãe eu quero’, acompanhando o ritmo do surdo na marcha carnavalesca, além de brincar e dançar com as outras marchinhas, explica Maucha.

Responsável pelas aulas de música para as turmas do Ensino Fundamental II, o professor Gabriel Ribeiro Corrêa também preparou os estudantes para uma apresentação durante a comemoração do Carnaval no Ofélia. “Para prepará-los para o evento, treinamos marcha rancho, funk americano, samba e samba-reggae”, conta Gabriel, que garante ainda que os treinos visam a realização de um grande baile de Carnaval, em que todos se divertem e demonstram os conhecimentos adquiridos durante as primeiras semanas de aulas.

A história do Carnaval

Estudantes tiveram aulas expositivas sobre o Carnaval (Foto: Divulgação/Ofélia)

Na semana que antecedeu o Carnaval, os estudantes também participaram de uma aula especial, preparada pela equipe da biblioteca, que lhes apresentou algumas curiosidades sobre esta festa, como sua origem na Grécia antiga e como ela chegou ao Brasil.

Segundo a bibliotecária Claudia Mello, durante a atividade, os estudantes também puderam conferir um pouco de como o Carnaval é comemorado em todo o país, de acordo com a variedade cultural de cada região.

Educação musical no Ofélia

Durante comemoração, estudantes tocaram instrumentos (Foto: Divulgação/Ofélia)

O trabalho de música desenvolvido com os estudantes da Educação Infantil ao Ensino Fundamental I busca compreender o modo como a criança faz música, se expressa e se comunica por meio dos sons. “Para isso, compreendemos o termo ‘música’ de forma ampla, e damos ênfase para as propostas de exploração do universo sonoro”, exemplifica a professora Maucha.

De acordo com a especialista, desde o primeiro ano da Educação Infantil, as crianças começam a explorar as diferentes qualidades dos sons, percebendo como seu gesto pode produzir diferentes sons.

“Nesta fase, o trabalho é bastante focado na criação, através de jogos de improvisação musical, composição, sonorização de histórias, arranjos e brincadeiras musicais. Um diferencial é a ênfase na integração de linguagens artísticas, relacionando música, teatro e expressão corporal”, completa a educadora.

O professor Gabriel destaca ainda que a música é fundamental no desenvolvimento dos estudantes porque é uma forma de reunir as pessoas, além de desenvolver o cognitivo de uma forma especial.

“Nossas aulas de música aqui no Ofélia têm por objetivo desenvolver as habilidades necessárias para que os estudantes possam entender desde o contexto histórico e cultural da linguagem musical, ampliar seu repertório, enriquecer seu conhecimento cultural e dialogar com o universo musical ao longo de sua vida”, conclui.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Colegio Ofélia FonsecaCarnaval no Ofélia

Tendências: