Colégio Ofélia Fonseca comemora centenário valorizando o protagonismo dos estudantes

Colégio Ofélia Fonseca comemora centenário valorizando o protagonismo dos estudantes

Aniversário de 100 anos do colégio terá evento on-line com apresentação de poemas de Carlos Drummond de Andrade e participação de estudantes e ex-alunos.

Ofélia Fonseca

07 de junho de 2021 | 10h25

Montagem de fotos do músico Adriano Salhab e do poeta Carlos Drummond de Andrade

O músico Adriano Salhab e o poeta Carlos Drummond de Andrade (Montagem)

 

Revolução, guerras, anos dourados, anos rebeldes, Nova República, Brasil Novo … os anos passaram, os tempos mudaram e o colégio Ofélia Fonseca se adaptou, porém seguiu sempre firme no propósito de sua fundadora: promover uma formação de excelência com olhar focado no processo individual dos estudantes. 

Fundado no dia 7 de junho de 1921, pela pedagoga Ofélia Fonseca, o colégio  comemora 100 anos de existência. Localizado no coração de Higienópolis, o Ofélia conseguiu vencer muitos desafios no decorrer de todos esses anos e se mantém atuante, equilibrando tradição e inovação.

“Temos orgulho de dizer que nos reinventamos, resistimos à pandemias, sobrevivemos a mudanças de planos econômicos, entre tantas outras coisas, e seguimos firmes em nosso propósito de promover a educação para milhares de estudantes, muitos deles famosos, que passaram pelos bancos do Ofélia”, ressalta Antônio Sergio Ferreira Brandão, sobrinho-neto de dona Ofélia, que ocupa o cargo de diretor administrativo do colégio, há mais de 42 anos. 

Durante 10 décadas, o Ofélia cresceu e se modernizou, sendo considerado um dos colégios de excelência na formação dos estudantes na cidade de São Paulo, na atualidade.

Para isso, o colégio conta com uma equipe pedagógica especializada, que alia conhecimentos técnicos e humanísticos às práticas contemporâneas de um mundo em constante transformação, para promover uma educação integral e o crescimento intelectual dos estudantes, de seus familiares e de toda sua comunidade escolar, que participa ativamente da rotina do colégio.

“Conhecer o Ofélia foi a melhor coisa que aconteceu para a nossa família! Minhas filhas vinham de um colégio com o sistema apostilado, depois que se adaptaram com a mudança, elas descobriram um novo mundo pensante, uma nova vida estudantil, onde todos são livres para construir seus pensamentos, suas atividades são mais que interativas e o principal, uma assessoria de um corpo docente digna e de referência que as faz evoluir dia a dia com alegria e descontração”, conta Fernando Cuartero, pai de duas estudantes do Ofélia.

 

Centenário comemorado dentro e fora do Ofélia

Por conta da pandemia, o colégio não poderá realizar um grande evento em comemoração ao centenário, como havia previsto. No entanto, a data será celebrada em grande estilo, com um evento on-line que terá a participação de estudantes e ex-alunos do colégio. 

Na ocasião, também será realizada uma apresentação especial do cantor e compositor Adriano Salhab, pai do Ofélia, que irá apresentar um show especial com as musicalizações de vários poemas de Carlos Drummond de Andrade, um dos mais influentes poetas brasileiros do século 20, homenageado pela biblioteca do colégio.

“Drummond fornece importante material reflexivo que, nesta apresentação, será de preciosa apreciação para toda a comunidade”, explica o músico.

Além disso, os mesmos estudantes e ex-alunos estão realizando diversas pesquisas e gravando depoimentos sobre a história e suas memórias do Ofélia. Todo o material será compilado em um vídeo e numa revista, ambos materiais comemorativos ao centenário, que serão divulgados no decorrer do mês.  

A apresentação será aberta a todos e poderá ser conferida logo mais, às 7 da noite, no YouTube do Ofélia e no Google Meet

Comemoramos o centenário com uma reportagem muito especial, publicada hoje no jornal O Estado de São Paulo. Clique aqui para ler!

Para conhecer outros projetos do colégio acesse ofelia.com.br.

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.