A brincadeira que vira aula e aprendizado….

A brincadeira que vira aula e aprendizado….

A protagonista do intervalo na hora do lanche é a brincadeira da garrafa.....jogá-la para o alto e fazê-la cair de pé é o desafio do jogo ou brincadeira.

Ofélia Fonseca

13 Dezembro 2016 | 16h50

O 4o ano foi desafiado, em Matemática e Ciências, a pesquisar e descobrir o segredo da garrafinha cair em pé no “Desafio da garrafa”.

Os estudantes aproveitaram o conceito de fração e colocaram  1/3 de água na garrafa, depois precisaram saber e encontrar o ponto de massa (que fica muito próximo da superfície da água dentro da garrafa) e girá-la de modo a desenhar um  movimento que imitasse o arco de uma circunferência no ar para que caísse em pé.
01
Os estudantes perceberam que esse desafio é quase impossível de ser atingido com a garrafa vazia e comprovaram que é preciso descobrir o centro da massa, que é o ponto de equilíbrio da garrafinha. Notaram que com a garrafa cheia, também não há ponto de equilíbrio, dificultando-a  de ficar em pé após o giro no ar. Por essa razão, ao encher a garrafa com 1/3 de água, o ponto de equilíbrio, ou seja, o centro de massa, foi possível fazer com que a garrafa caísse em pé.Levamos o  desafio para as aulas práticas de ciências para  experimentar o comportamento da queda da garrafinha no laboratório de Ciências  Naturais.
Todas as conclusões e  comprovações vieram de encontro com os temas estudados em sala de aula, pois além de fração, circunferência e giros em Matemática, os estudantes  refletiram sobre força gravitacional, massa, peso e empuxo.
02
E o ano terminou marcado pela febre dessa brincadeira…. que durante algumas semanas substituiu  a correria no pátio por  muitas garrafinhas sendo arremessadas para o alto , mas com a certeza de que utilizando os conceitos das aulas práticas de ciências da natureza venceriam com mais tranquilidade o tão desejado desafio.
Profª Valquiria Luchezi